Celebridades

Marina Ruy Barbosa deseja a Bolsonaro um ótimo governo, e é chamada de 'salsicha privilegiada'

Atriz rebateu críticas e diz que nunca apoiou o atual presidente

A Marina Ruy Barbosa
A Marina Ruy Barbosa - Eduardo Martins/AgNews
São Paulo

Uma declaração de Marina Ruy Barbosa, 23, nas redes sociais suscitou que a atriz fosse apoiadora do atual presidente Jair Bolsonaro. Na mensagem, ela desejou apenas que o novo governo fosse bem-sucedido e foi criticada por internautas.

"Nós temos que desejar e torcer sempre por um país melhor, independente de quem esteja governando. Vamos aguardar os próximos capítulos...", escreveu Marina, em seu perfil no Twitter.

Logo começaram as críticas sobre o possível posicionamento político da atriz, que atualmente está na novela "O Sétimo Guardião" (Globo).  "Essa nunca enganou ninguém"; "Sai do muro Marina, no cenário político atual ou é 8 ou 80", publicaram algunas internautas. Outros optaram por chamá-la de bolsominion:  "Não é surpresa pra ninguém que você é 'bolsominion', 'salsicha privilegiada'". 

Marina tentou conversar com os seus seguidores e explicar qual o sentido correto da mensagem. "Nunca disse que apoiava ele, ou outra pessoa. Apenas falei isso diante dos comentários desejando que fosse um governo desastroso. Eu espero sempre que seja o melhor possível dentro do possível, para o nosso país."

Enquanto alguns a chamavam de sensata pela declaração, outros continuaram debatendo com a atriz. "Torcer por um racista, machista e homofóbico? Não, obrigada, Barbie", afirmou uma das internautas que também disse que Marina vive uma vida de privilégios.

Marina Ruy Barbosa insistiu em rebater os comentários de internautas que a estamparam como eleitora de Bolsonaro. A atriz reclamou que a "internet" está muito agressiva e avisa que ficará de olho no presidente. "Cobrança sempre. Não só de Bolsonaro, mas de qualquer candidato, seja ele de esquerda ou direita que esteja representando o Brasil", respondeu.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias