Celebridades

Jesuíta Barbosa comenta ciclos na moda e na política: 'Parece que a gente voltou 30 anos'

Ator diz se identificar com seu vilão da nova novela 'Verão 90'

Jeronimo (Jesuita Barbosa)

São Paulo

Depois de roubar a cena como a drag queen Shakira em '‘Onde nascem os fortes", Jesuíta Barbosa, 27, volta para a televisão e estreia nas novelas.

“Todo dia, cinco horas de estúdio. Fico em função disso, mas é divertido", disse o ator que estará em "Verão 90" a partir do dia 29, na faixa das 19h da Globo. "É um ritmo frenético e tem sido uma loucura. Mas como toda loucura, tiramos coisas boas dela. Estou aprendendo muito, é um processo de evolução a minha carreira."

Jesuíta interpretará Jerônimo na nova produção de Izabel de Oliveira e Paula Amaral, dirigida por Jorge Fernando, que há pouco tempo sofreu um AVC.

Na trama, o ator viverá um triângulo amoroso com o irmão, interpretado por Rafael Vitti, e Manuzita (Isabelle Drummond). Ele diz que, apesar do personagem ser uma espécie de vilão na novela, se identifica com ele. 

"A gente é mal e bom ao mesmo tempo. Não adianta se fazer de bonzinho o tempo todo", disse. "É bom ter os dois, se não fica um pouco sem graça."

Ele ainda categorizou seu personagem como um egoísta, mas que espera que sirva como um espelho para as pessoas perceberem seu pior lado e não irem por esse caminho. Acredita que, atualmente, a sociedade vive um processo de autossatisfação que é prejudicial a todos.

Jesuíta conta que tem usado o personagem como uma forma de expurgar seus sentimentos internos, colocando sua maldade para fora. Além disso, revelou que precisou aprender a andar de moto para viver o Jerônimo e que se sente nostálgico em relação à época de 1990.

Ele diz que, com a novela, ficou até com vontade de comprar alguns vinis. "Eu vejo todos e quero para mim. A gente entende que existe a evolução, o som vai ficando melhor, mas tem tipos de som que você gosta."

"O povo está nessa onda vintage. A moda por exemplo, vai e volta. A gente na política vai e volta. Parece que a gente voltou agora 30 anos. É um processo", disse o ator, sem citar qualquer nome.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem