Celebridades

Bruna Linzmeyer afirma que o seu amor é livre: 'Corpo é teu e serve a ti e ao teu prazer'

Atriz publicou foto dos pelos nas axilas para falar sobre liberdade

Bruna Linzmeyer contou que perdeu contratos publicitários por se assumir lésbica
Bruna Linzmeyer contou que perdeu contratos publicitários por se assumir lésbica - Divulgação/Rafael Aguiar

São Paulo

​A atriz Bruna Linzmeyer, 26, atualmente na novela "O Sétimo Guardião", usou as redes sociais nesta quinta-feira (24) para falar sobre liberdade e como ela não entendia o que era "ser livre" quando ouvia sobre o assunto durante a adolescência: "Para mim, meu prazer, meu corpo e meu amor são livres". 

"Achava legal, mas não entendia exatamente o que isso significava", destacou ao afirmar que só começou a entender a dimensão "desse rolê quando minhas escolhas, para alguns, começaram a ser aberração, quando meu amor ficou duvidável e objetificado. Quando houve uma tentativa de tirar de mim o meu próprio poder de escolha, sobre mim mesma".

 

E continuou: "eu me apaixono por quem eu quiser, não importa se é mulher ou homem cis, não-binárie ou trans; se eu quiser também, só transo, sem me apaixonar. Raspo meus pelos e meu cabelo ou pinto eles cor de arco-íris. Uso as roupas que me der vontade, largas, velhas, vestido de marca vermelho justinho, salto alto, maquiagem, cara lavada. Me enfio em qualquer caixinha para ter certeza de que não pertenço a nenhuma delas."

"O que penso é que as palavras e as caixinhas são importantes e servem para nossa luta, para que possamos dar nome às coisas e assim poder conversar sobre elas, escrever nos livros, avançar na história, nas leis, no mundo acadêmico, para salvar vidas que se machucam e morrem só por causa do preconceito em relação a essas caixinhas." 

A atriz sugeriu ainda que cada um deve ser o que quiser. "Se se eu bato esse papo aqui com vocês é para dizer com meu coração: sejam o que vocês quiserem, amem quem vocês quiserem, usem seus corpos como bem entenderem. Teu corpo é teu e serve a ti e ao teu prazer. Desde que tuas escolhas não agridam ninguém, faz o que tu quiseres. Muda, inclusive, de ideia, se quiseres", finalizou a atriz. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem