Celebridades

Ariana Grande diz que 2018 foi o melhor ano de sua carreira e o pior da vida: 'Não tenho ideia do que estou fazendo'

Cantora revelou que não sente mais medo e que suas prioridades mudaram

Ariana Grande no Billboard's 13th Annual Women In Music em Nova York
Ariana Grande no Billboard's 13th Annual Women In Music em Nova York - Angela Weiss / AFP

São Paulo

Ariana Grande, 25, subiu aos palcos do evento Billboard Women in Music ("Billboard Mulheres na Música") na noite desta quinta-feira (6) para ser presenteada com o prêmio de "Mulher do Ano".

Ao fazer seu discurso de agradecimento, a cantora deixou escapar algumas lágrimas ao dizer que este foi um ano difícil, especialmente pela morte de seu ex-namorado, Mac Miller, e o fim do romance com Pete Davidson, ex-namorado o qual iria se casar.

"Acho que foi um dos melhores anos da minha carreira e o pior da minha vida", disse. "Eu não estou dizendo isso por simpatia, mas porque acho que muitas pessoas olham para outras que estão na minha mesma posição agora e pensam: 'Ela realmente tem tudo'."

A cantora continuou: "Sim, eu tenho [tudo], mas no que diz respeito à minha vida pessoal, eu realmente não tenho ideia do que eu estou fazendo. Tem sido muito conflitante."

Neste mês, Ariana lançou o clipe de sua nova música "Thank U, Next", e ficou em primeiro lugar na lista da Billboard. Coincidentemente, é a música em que ela cita o fim de seus últimos relacionamentos.

"Estou ansiosa para aprender a dar um pouco do amor e do perdão que eu dei de forma frívola e fácil aos homens no passado", disse ela. "Tenho tudo o que sempre sonhei e, ultimamente, descobri que as coisas e as pessoas que sempre tive são as que me fazem mais feliz."

Segundo a cantora, seu novo álbum soa muito otimista mas na verdade é sobre um capítulo muito triste de sua vida. “Eu acho que não há mais muita [coisa] que eu tenha medo", disse. “Quando a vida tenta você com coisas tão sérias, suas prioridades mudam. Eu não dou a mínima. Eu só quero ser feliz e saudável e fazer música.”

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem