Celebridades

Azealia Banks diz que Pabllo Vittar armou para ganhar influência internacional

Rapper americana cancelou show que faria em Fortaleza por ser antes do que o da brasileira

Apresentação da rapper de Azealia Banks
Apresentação da rapper de Azealia Banks - Folhapress

São Paulo

Em uma conversa com uma fã, a cantora Azealia Banks, 27, confirmou que cancelou show que faria em Fortaleza por não querer abrir para Pabllo Vittar e afirmou que a brasileira armou esquema para ganhar influência internacional.

Banks divulgou a conversa em sua conta no Instagram nesta segunda (26). Tudo começa com a fã perguntando se ela gosta de Pabllo Vittar. “Sim, ela é insana”, respondeu. A americana, então, negou a especulação de que não quis dividir o palco com Pabllo, mas confirmou que não abriria o show para a brasileira. 

“O promoter me disse que seria um show meu. Quando eu cheguei, disseram que seria o show dela. Não tenho nada contra ela, mas não vou abrir para alguém de quem eu sinto que sou mais poderosa”, disse. “Minha essência é muito potente para me colocar abaixo de alguém que mal existe em meu mundo. É questão de negócios, não é pessoal.”

A rapper cancelou um show que faria durante o Festival Pisa Menos, em Fortaleza. Na época, o produtor do evento afirmou que Azealia se negou a cantar antes de Pabllo Vittar, mas a americana disse que cancelou o show por problemas técnicos.

À seguidora com quem conversava, Azealia afirmou que Pabllo é uma encenação brasileira, e não internacional. “Eu sou internacional. Suspeito de que seja uma armação dele e dos promotores para tentar dar a Pablo (sic) alguma influência internacional, mas eu não cai nessa. Quando assinei o contrato para aquele show, dizia que o show era meu. Nem prestei atenção aos outros artistas”, disse.

 

“O chato é que ele tentou fazer parte do bonde e armar para mim para que ele parecesse que eu estava sendo uma diva, quando eu realmente pensei que ele fosse um apoiador genuíno. Se ele não tivesse pregado essa peça, eu teria emprestado 100% do meu talento para combinar com a cultura gay americana, mas ele decidiu armar para cima de mim... Agora, não quero nada com ele”, continuou.

Após o cancelamento da apresentação, Banks foi às redes sociais se justificar aos fãs. “Olá, amigos em Fortaleza. Inesperadamente, não haverá performance de mim esta noite. Eu amo todos vocês e prometo voltar em breve.”

Na ocasião, Pabllo interagiu com a rapper na internet. “Mulher, quero teu show”, comentou na publicação de Azealia Banks. A americana, então, respondeu: “Fica para uma próxima”.

A rapper cumpriu outros compromissos no país, e chegou a cantar no Recife e em São Paulo. Pelo Instagram, acusou a produção do festival de não agir de forma profissional. 

“Fortaleza, o promotor tratou minha equipe de maneira não profissional. Eles tentaram mudar meu hotel, não alugaram nenhum dos equipamentos que eu precisava para fazer e continuaram cortando elementos de produção do meu set. Eu não tinha ideia de que seria tratada dessa maneira", disse na ocasião.

Revendo o ocorrido, a cantora disse ter ficado com o coração partido. “Queria estar ali para ele, dar-lhe todas as dicas, ir ao estúdio e tudo mais. Fiquei com o coração partido quando vi que ele estava tentando armar essa idiotice pra cima de mim. Foi muito, muito desolador”, afirmou Banks durante a conversa divulgada em sua conta na rede social.

Banks é conhecida por se envolver em polêmicas nas redes sociais. No ano passado, a artista foi criticada após chamar fãs brasileiros de "aberrações do terceiro mundo" e dizer que "não sabia que na favela tinha internet."

"Quando essas aberrações do terceiro mundo vão parar de trazer spam na minha página com esse inglês errado e falando sobre algo que não sabem? É hilário ser chamada de 'black whore' [puta negra] por um brasileiro branco", escreveu em sua página oficial no Facebook. 

Após a enxurrada de críticas, Azealia mandou um internauta calar a boca. "O Brasil tem a maior quantidade de pessoas que fazem spam, que lotam a minha página com insultos racistas e com mensagens que copiam e colam do tradutor."

A rapper também se envolveu em uma discussão pública com a cantora Rihanna, que havia criticado o presidente americano Donald Trump. A briga foi tão grande que ambas chegaram a divulgar o número de celular uma da outra.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem