Celebridades

Luana Piovani diz que Bolsonaro 'não será burro' de ser tirano sob risco de impeachment

Atriz desmentiu no começo de outubro que votaria no candidato

Luana Piovani
Luana Piovani - Reprodução/Instagram
São Paulo

Luana Piovani, 42, falou em evento desta segunda-feira (29) que não acredita que o Presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), terá más intenções durante o seu mandato. 

“Eu não acredito que ele vá escolher ser um tirano e correr a possibilidade de ser ‘impeachmado’. Agora o brasileiro viu que, se a gente quiser, a gente tira do poder”, disse Piovani. 

A apresentadora lança novo reality show no canal E! Entertainment no ano que vem, onde pretende falar sobre temas do dia a dia e assuntos como o empoderamento feminino, e afirmou que se sente confortável para opinar e tratar dos temas sobre diversidade que pretende trazer.

"Por mais que eu não concorde com muitas coisas que ele [Jair Bolsonaro] coloca, acho que ele não vai ser burro. Acho que ele vai ter uma boa intenção", disse. 

Piovani alertou ainda que, independente de tais circunstâncias, não pretende abrir mão de sua liberdade. “Não tenho medo do que falo, acho que ninguém vai mexer na minha liberdade. E se mexer na minha liberdade, eu grito.”

No final de setembro, Luana Piovani teve de desmentir um áudio que foi compartilhado como sendo dela, em que estaria declarando apoiando o candidato Jair Bolsonaro e alertando os ouvintes sobre um governo liderado por Fernando Haddad.

Ela chegou a publicar em seu perfil no Instagram, através do stories, um vídeo dizendo: “Vim só aqui esclarecer mais uma vez que eu não voto no Bolsonaro nem fudendo, gente. Não consigo. Nem no PT nem no Bolsonaro”.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias