Celebridades

Katy Perry nega ter sido estuprada por guitarrista

Kesha teria espalhado o boato sobre Luke ter violado a cantora

Katy Perry negou repetidas vezes ter sido estuprada por Luke. - Vianney Le Caer/Invision/AP

São Paulo

​Segundo um depoimento judicial divulgado nesta segunda-feira (27), Katy Perry, 33, negou ter sido estuprada pelo guitarrista Dr. Luke, 44. No depoimento dado por Perry no dia 21 de julho de 2017, ela alega repetidas vezes que não foi abusada pelo produtos.

A acusação teria vindo da cantora Kesha, 31, que enfrenta uma briga judicial contra Luke, cuja equipe jurídica acusa a cantora por circular falsos rumores sobre Perry ter sido estuprada.

“A falsa narrativa que Kesha criou se tornou amplamente aceita, prejudicando irremediavelmente a reputação do Dr. Luke", disseram os advogados de Luke nesta segunda-feira (27) à revista americana People. 

“Katy Perry testemunhou sob juramento que Dr. Luke nunca a estuprou. Independentemente disso, Kesha se recusou a pedir desculpas. Em vez disso, ela publicou um comunicado de imprensa que novamente sugeriu irresponsavelmente que Katy Perry foi realmente estuprada pelo Dr. Luke ”, disseram em declaração.

​ENTENDA O CASO

Em 2016, Kesha teria trocado mensagens de modo provado com a cantora Lady Gaga, momentos depois  do CEO da Interscope, John Janick, ter dito às duas que havia ouvido um boato sobre Dr. Luke ter abusado de Katy Perry.   

Segundo os advogados de Kesha, a declaração de Janick nunca teria se tornado pública se Dr. Luke não a publicasse para milhões de pessoas em 2017. "A declaração de Janick foi discutida em particular entre duas amigas e nunca teria se tornado pública. [...] Essa reivindicação de difamação, baseada em uma mensagem de texto privada, baseada na declaração de um terceiro, também é frívola”, afirmaram.

Gaga confirmou a conversa que teve com Janick. "Ele disse que ouviu um boato. Não lembro exatamente como disse. Foi algo tipo 'Eu ouvi que [Dr. Luke] violou Katy [Perry] também'”, disse Gaga em seu depoimento à justiça.

No entanto, Kelly Clarkson, 36, disse em testemunha que Luke pode ser valentão e que costuma humilhar as pessoas. "Em geral, não conheço ninguém que goste dele... As pessoas dizem que ele é desprezível e  depreciado, o mesmo tipo de coisa que eu digo", disse. "Eu não gosto dele como pessoa."

Luke já trabalhou com Perry nas canções "Roar", "Teenage Dream" e "I Kissed a Girl", dentre outras.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem