Celebridades

Após furto na Copa, Maluma diz que ninguém pode levar a sua felicidade e essência

Cantor teve o quarto de hotel invadido enquanto estava fora

O cantor colombiano Maluma publica foto após ser furtado na Rússia
O cantor colombiano Maluma publica foto após ser furtado na Rússia - Reprodução/Instagram/maluma
São Paulo

Um dia após ter seu quarto de hotel furtado, o cantor Maluma, 24, usou as redes sociais para se expressar: "Mi felicidad y esencia... Nadie se la puede llevar" ("Minha felicidade e essência, ninguém as pode levar").

A mensagem foi publicada com uma foto do colombiano com a expressão facial como se estivesse gritando. Hospedado em um hotel próximo à Praça Vermelha, em Moscou, Maluna teve furtado uma bolsa Louis Vuitton, 11 relógios de luxo, vários itens da joalheria Cartier e 10 óculos cravejados com diamantes e pérolas, segundo site de notícias RBC. 

A polícia estimou em 50 milhões de rublos (cerca de R$ 2,9 milhões) o prejuízo do cantor, que está no país de Vladimir Putin para acompanhar a Copa do Mundo. No dia do furto, o cantor acompanhava a partida entre Colômbia e Japão na Copa do Mundo em Saransk. Japoneses venceram por 2 a 1, em Saransk, pelo Grupo H.

Essa foi a deixa, de acordo com a agência americana Associated Press, para que uma pessoa que se passava por um convidado de Maluma entrasse em seu quarto. Uma porta-voz do hotel não deu detalhes sobre o incidente, mas disse à Reuters que uma investigação está sendo feita. “Nós tratamos a questão da segurança de nossos hóspedes e seus pertences muito seriamente e imediatamente informamos a polícia”, disse em email.

Recentemente, Maluma e sua compatriota, Shakira, lançaram o single "Clandestino", a terceira parceria musical dos cantores.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias