Celebridades

Jennifer Lawrence afirma não gostar de sexo por medo de contrair doença

'Pênis é perigoso', disse a atriz, que namorou Darren Aronofsky, Chris Martin e Nicholas Hoult

Jennifer Lawrence na cerimônia do Oscar em 2018
Jennifer Lawrence na cerimônia do Oscar em 2018 - Mario Anzuoni/Reuters

São Paulo

Apesar de ser considerada uma das mulheres mais sensuais do mundo, Jennifer Lawrence, 27, afirmou que não gosta de ter relações sexuais por medo de contrair doenças sexualmente transmissíveis.

Lawrence disse que tem medo de adoecer e insiste que seus namorados façam exames antes de se relacionar com eles. "Esse é o quanto sou germofóbica", afirmou ao jornal The Sun.

A atriz contou que não se envolveu com nenhum homem após terminar o relacionamento com o diretor Darren Aronofsky, em outubro de 2017, e que não terá relações sexuais até ter um namoro sério.

Apesar da reputação de festeira, Lawrence diz que sua vida sexual não é agitada como parece: "Sou um cão que ladra e não morde. Sempre falo como se quisesse um pênis, mas a verdade é que sempre fiz sexo apenas com namorados. Consegui viver sem uma doença até agora. Pênis é perigoso."

Além de Aronofsky, que era 21 anos mais velho que ela, a atriz namorou o cantor da banda Coldplay, Chris Martin, e o ator Nicholas Hoult, com quem contracenou na saga "X-Men".

MAL-EDUCADA COM FÃS

Talvez não seja uma boa ideia abordar Jennifer Lawrence ao vê-la em espaços públicos. Além do medo de germes, a atriz afirmou precisar defender-se do assédio dos fãs. 

Lawrence disse ser "incrivelmente rude" e mal-educada com seus fãs em público. "Assim que entro em um lugar público fico incrivelmente mal-educada. Me transformo em uma idiota. É o único jeito que tenho para me defender."

Lawrence ainda disse que quando vê alguém se aproximando, avisa para a pessoa não chegar perto. "Quando me pedem uma selfie, eu digo que não", afirma ela, mostrando o olhar rude e os gestos que usa ao ser abordada por fãs.

 
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem