Celebridades

Capa da 'Vogue' britânica, Renée Zellweger explica 'sumiço' de Hollywood

Capa da "Vogue" britânica neste mês, a estrela da franquia "Bridget Jones" Renée Zellweger, 47, explicou seu "sumiço" de Hollywood e seu distanciamento dos holofotes.

"Eu estava exausta e não estava tirando o tempo que eu precisava para me recuperar entre os trabalhos", contou a atriz em entrevista à publicação. "Eu enjoei do som da minha própria voz: era tempo de me distanciar e crescer um pouco", revelou.

Segundo Renée, o período de resguardo serviu para que descobrisse o anonimato. "Assim eu pude ter trocas com pessoas em um nível humano e ser vista e ouvida, sem ser definida por essa imagem que me precede quando entro em uma sala", disse.

Além disso, o sabático valeu como amadurecimento pessoal. "Você não pode ser uma boa contadora de histórias se não tem experiências de vida, e você não consegue se identificar com as pessoas", argumentou.

Ela ainda criticou o enfoque da mídia e do público sobre seu ganho de peso para viver sua mais famosa personagem em "O Bebê de Bridget Jones", que deve chegar ao Brasil em setembro deste ano.

"Eu engordei alguns quilos. Eu também coloquei seios e uma barriga de bebê. Bridget é uma mulher com um peso completamente normal e eu nunca entendi por que isso importava tanto", disse a atriz. "Nenhum ator homem seria tão escrutinado se ele fizesse o mesmo por um papel.

Em 2014, a atriz chamou a atenção ao aparecer muito diferente (praticamente irreconhecível) em um evento em Los Angeles, nos EUA. Na época, ela disse ter ficado "feliz" após as pessoas notarem a diferença em sua aparência.


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias