Celebridades

Chris Brown revela que pensou em suicídio após agressão a Rihanna

Condenado em 2009 por agredir a então namorada Rihanna, Chris Brown disse que pensou em suicídio conforme o caso se desenvolvia.

Neste domingo (17), o cantor divulgou no Twitter o trailer de “Welcome to My Life”, documentário que falará sobre sua vida, ainda sem data de lançamento.

E um dos temas abordados no trailer foi como Brown deixou de ser um dos artistas mais famosos dos EUA para ser rejeitado pelo público após as agressões a Rihanna.

“Eu fui do topo do mundo, estando em primeiro lugar em todas as paradas musicais, para ser o inimigo público número 1”, disse Brown.

“Eu me senti como um monstro. Pensava em suicídio, não estava dormindo, quase não comia nada. Se você tivesse alguma dúvida de que Chris Brown estava acabado, eu não apostaria contra isso”, acrescentou.

Em junho de 2009, Brown se declarou culpado de agredir a estrela pop Rihanna, que sofreu ferimentos no rosto e foi forçada a cancelar sua apresentação no Grammy Awards daquele ano.

Na época, ele foi condenado a cinco anos de liberdade condicional, a participar por um ano de um programa contra a violência doméstica e cumprir 180 dias de serviço comunitário.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias