Celebridades

"Continuarei orando pela Sandy", diz Marco Feliciano, após ser criticado pela cantora na TV

O deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) usou sua conta do Twitter para rebater as críticas feitas por Sandy no programa "Eliana" (SBT), deste domingo (27).

Participando do quadro "Rede da Fama", a cantora foi questionada se aceitaria o pastor e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara como amigo em uma rede social.

Anitta e Fábio Porchat "estão se conhecendo melhor", diz jornal
Gisele Bündchen vira Dorothy, de "O Mágico de Oz", em Halloween; veja
Larissa Manoela, a Maria Joaquina de "Carrossel", está internada com catapora e meningite

Sandy, então, afirmou não ser boazinha a tal ponto e que tudo tinha um limite.

"Falei que eu sou 'facinha' de lidar, mas nem tanto. Não aceito. Ele é um político. Ele deveria resolver coisas pelo Brasil. É um cara que pode colocar a mão na massa e resolver os problemas do povo. Mas, ele tem uma cabeça muito atrasada e retrógrada. Não tem nada a ver com o momento em que estamos vivendo. Ele está muito atrasado. O preconceito tem que ficar para trás. Fora Feliciano", afirmou.

"Sobre as declarações de Sandy no programa da Eliana sobre mim, infelizmente não pude assistir, estava em viagem, trabalhando. Sandy e seu irmão [Junior Lima] sempre sofreram preconceitos e sempre que li sobre isso orei por eles", escreveu o deputado no seu perfil do microblog.

"Parte da família dela é evangélica. Um tio da Sandy é evangélico fervoroso. Com certeza, ela é como a maioria, lê na internet e vê na mídia, e não busca conhecer a verdade", seguiu o parlamentar.

"Continuarei orando pela Sandy e pela Eliana, que nunca me esquece nas enquetes de seu programa. Ambas são talentosas e de família."

Marco Feliciano disse ainda que "amo a todos, independente do que sejam ou como sejam".

"Sou cristão e pai de família. E não me importo com o que a mídia diz. Um dia a verdade virá a tona. Sucesso pra vocês sempre! E que Deus proteja Sandy e Eliana em nome de Jesus! Abraço."


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias