Publicidade

Rapper Psy diz que fez 'o máximo para ser ridículo' em vídeo

09/02/2013 - 16h11

Publicidade

DE SÃO PAULO

No Carnaval de Salvador (BA), o rapper sul-coreano Psy, disse que fez "o máximo possível para ser ridículo" no vídeo que o levou a ser conhecido mundialmente. Com a coreografia na música "Gangnam Style" ele foi acessado por bilhões de pessoas no YouTube.

De acordo com a coluna da Mônica Bergamo, publicada hoje na Folha, a empresa que trouxe Psy ao Brasil permitiu que ele desse entrevistas apenas a jornalistas que citam o nome de marcas em suas reportagens. A equipe da Folha foi vetada.

Ontem (8), ele subiu pela primeira vez e um trio elétrico e fez a dança do cavalinho. Ele, que está pela primeira vez no Brasil, deixou o camarote Expresso 2222, da mulher do cantor Gilberto Gil, onde fez visita-relâmpago, e foi para o trio da cantora Claudia Leitte, que puxou ontem o bloco Cocobambu.

Em seguida, Claudia Leitte aproveitou para novamente cantar a sua música de trabalho deste verão, "Largadinho", e colocou o convidado internacional para rebolar.

Como tem show marcado na Malásia, no domingo (10), para comemorar o Ano-Novo chinês, ele não conseguirá assistir aos desfiles do Grupo Especial das escolas de samba do Rio.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha