Bichos
Descrição de chapéu África

Tartaruga come filhote de ave em vídeo, e pesquisadores fazem descoberta

Eles dizem que se trata da primeira evidência de que essa espécie cace

Tartaruga come filhote de andorinha
Tartaruga come filhote de andorinha - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A reputação de bicho pacífico da tartaruga pode estar com os dias contados. Cientistas capturaram pela primeira vez a imagem de um desses répteis comendo um filhote de andorinha-do-mar.

As imagens foram feitas nas ilhas Seychelles, no leste da África, e divulgadas nesta segunda-feira (23). Nelas, é possível ver uma tartaruga-gigante se aproximando e matando a presa para devorá-la na sequência.

"É totalmente surpreendente e assustador", disse o ecologista Justin Gerlach, um dos autores da pesquisa, ao jornal The New York Times. "A tartaruga está deliberadamente perseguindo este pássaro e o mata, e então o come. Então, sim, é uma caça."

Até agora, as tartarugas-gigantes, que são encontradas apenas nas Seychelles e nas ilhas Galápagos, eram consideradas herbívoras. Em artigo publicado junto com o vídeo, Gerlach e a coautora Anna Zora dizem acreditar que os répteis maiores poderiam complementar a dieta ocasionalmente.

Já havia indícios de que isso era feito com animais que já haviam sido encontrados mortos, como caracóis e aves. No entanto, essa é a primeira evidência de que as tartarugas-gigantes também caçam outros animais.

O pesquisador James Gibbs, que estudou as tartarugas-gigantes por 30 anos nas Galápagos, assistiu ao vídeo e disse ao NYT que "é um grande mistério o que eles [os pesquisadores] descobriram". "É uma combinação muito interessante de diligência e incompetência", afirmou sobre os animais envolvidos.

"Eu ouvi ao longo dos anos que às vezes as tartarugas achatam os tentilhões e os comem", disse. "Mas eram apenas anedotas e, tendo passado muitos e muitos anos lá, nunca vi isso pessoalmente."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem