Bichos

Filhote de panda aparecerá pela primeira vez em reabertura de zoológico dos EUA

Espaço será reaberto para público reduzido

Panda Mei Xiang, que o deu à luz em agosto aos 22 anos - Reuters
Washington
Reuters

Um filhote de panda gigante, nascido durante a pandemia e até agora visto pelo público somente por meio de um “Panda Cam” virtual (transmissão online), receberá visitantes pessoalmente pela primeira vez nesta sexta-feira (21), data da reabertura do Zoológico Nacional em Washington, nos Estados Unidos.

O filhote, chamado Xiao Qi Ji, é filho de Tian Tian e Mei Xiang, que o deu à luz em agosto aos 22 anos, emocionando os funcionários do zoológico que pensavam que a panda tinha poucas chances de ter um quarto filhote saudável.

O Zoológico Nacional dos EUA, parte do Instituto Smithsoniano, reabrirá com 20% de sua capacidade, permitindo de 5.000 a 6.000 visitantes por dia, contra 20 mil que eram permitidos antes da pandemia.

O zoológico fechou em março de 2020 por causa da pandemia e reabriu em julho, antes de fechar novamente em novembro do ano passado.

Para minimizar as multidões, o zoológico emitirá passes de entrada programados e fará com que os visitantes usem caminhos de sentido único, de acordo com seu site. Visitantes a partir de dois anos deverão usar máscaras.

Os pandas já foram classificados como ameaçados de extinção, mas agora estão classificados como vulneráveis graças aos esforços para restaurar seu habitat. Estima-se que existam 1.800 pandas gigantes na natureza.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem