Bichos

Voluntários resgatam quase 5.000 tartarugas após onda de frio nos Estados Unidos

Animais ficaram paralisados pelo frio e agora estão em um centro de convenções

Tartarugas foram resgatadas do frio em um centro de convenções no Texas, Estados Unidos - via REUTERS
São Paulo

Milhares de tartarugas marinhas sofreram com a onda de frio que atingiu vários estados norte-americanos nos últimos dias. Voluntários resgataram cerca de 4.700 animais nas praias de uma ilha na costa sul do Texas, com sinais de congelamento.

Os moradores da região que se voluntariaram para salvar os animais, levaram as tartarugas para um centro de convenções e as colocaram em banheiras em locais fechados. O intuito é que elas fiquem protegidas até a água do mar estar mais quente para que possam ser soltas.

"É um acontecimento sem precedente", disse Wendy Knight, o diretor-executivo do centro de pesquisas Sea Turtle Inc, que lidera a campanha para proteger os animais. Ele ainda afirma que durante um inverno comum, o número de tartarugas que aparece nas praias é de 100 a 500.

Ed Caum, o diretor-executivo do centro de convenções disse que as tartarugas estavam "atordoadas pelo frio", uma vez que, quando as temperaturas caem muito, animais de sangue frio apresentam reações hipotérmicas, como incapacidade de se mover. "Nós os trouxemos ao centro de convenções para aumentar suas temperaturas centrais", disse.

Ao longo da última semana milhões de pessoas no Texas estão sem aquecimento em suas residências porque há falta de energia no estado, já que a rede de transmissão e distribuição de energia enfrentou problemas devido às temperaturas abaixo da média.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem