Bichos

Tigre mata cuidadora de 55 anos na frente de visitantes em zoológico de Zurique

Outro funcionário tinha sido atacado no local, por crocodilo, em dezembro

Tigre siberiano descansa em parque na China - Xinhua/Wang Jianwei
São Paulo

Um tigre siberiano atacou e matou uma cuidadora de 55 anos, no último sábado (4), na frente de funcionários e visitantes do zoológico de Zurique, na Suíça. A mulher chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu no local.

Segundo informações da BBC, visitantes do zoológico acionaram o alarme por volta das 13h30 e uma equipe conseguiu tirar o tigre da jaula em que estava a tratadora. Eles tentaram ressuscitá-la, mas sem sucesso. “Infelizmente toda a ajuda chegou tarde demais”, afirmou a porta-voz do zoológico.

O tigre, chamado Irina, nasceu em um zoológico na Dinamarca, em 2015, e foi transferido para Zurique no ano passado. Uma investigação vai determinar porque a tratadora estar na jaula ao mesmo tempo que o animal. Também foi disponibilizado acompanhamento psicológico a todos que presenciaram o ataque.

Ataques de animais dentro de zoológicos e santuários são relativamente raros, mas, de acordo com a BBC, não é a primeira vez que acontece no zoológico de Zurique. Em dezembro do ano passado, um crocodilo mordeu a mão de um funcionário que fazia uma limpeza de rotina. Como ele não soltou o homem, foi morto a tiros.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem