Bichos

Coala resgatado de incêndio na Austrália morre por queimaduras

'Ferimentos podem piorar antes de melhorar; no caso de Ellenborough, pioraram'

Ao menos cinco coalas tiveram ferimentos graves
Ao menos cinco coalas tiveram ferimentos graves - Hospital Koala Port Macquarie
São Paulo

O coala que havia sido resgatado com vida de um incêndio florestal na Austrália morreu nesta terça-feira (26). 

O animal foi salvo por uma mulher, que o enrolou em sua própria camisa, e o levou para o hospital veterinário Port Macquarie, sendo apelidado por lá de Ellenborough. No entanto, ele precisou ser sacrificado, informou o hospital em sua página no Facebook. 

“Hoje tomamos a decisão de colocar Ellenborough para dormir. Nós demos uma anestesia geral por causa de suas ataduras e mudamos os curativos. Recentemente dissemos que 'ferimentos de queimadura podem piorar antes de melhorar'. No caso de  Ellenborough, eles pioraram, e infelizmente não iriam melhorar”, disse o hospital. 

O coala tinha sofrido queimaduras nas mãos, nos pés, braços e pernas. 

INCÊNDIOS

Autoridades já declararam emergência no estado de Nova Gales do Sul, na Austrália por conta dos incêndios. Centenas de moradores já tiveram que abandonar suas casas, pois o fogo já queimou mais de 1 milhão de hectares, área equivalente à metade do estado de Sergipe ou seis vezes a cidade de São Paulo.

Mais de 460 casas foram destruídas pelas chamas desde o último dia 8 de novembro. Desde então, quatro pessoas morreram. Outras duas morreram em outubro.

Cerca de 50 focos de incêndios ainda permanecem no interior e na costa. Muitas das áreas afetadas vêm sofrendo com a poluição e com a baixa qualidade do ar.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem