Bichos

Urso invade casa e quebra a parede para sair nos EUA

O urso foi atraído provavelmente pelo cheiro de lixo
O urso foi atraído provavelmente pelo cheiro de lixo - AFP
Descrição de chapéu BBC News Brasil

Um urso-negro invadiu uma casa no Colorado, nos EUA, e escapou quebrando a parede. De acordo com a polícia de Estes Park, a invasão aconteceu na noite da última sexta (9), quando a residência estava vazia. Ninguém ficou ferido.

Os policiais acreditam que o animal foi atraído pelo cheiro de lixo. "Após a chegada da polícia, dizem que o urso abriu violentamente um buraco na parede como o 'Kool-Aid Man' e fugiu", escreveu o departamento de polícia em sua página no Facebook.

"Kool-Aid Man" é o mascote da marca de bebidas Kool-Aid, que costuma aparecer em anúncios publicitários quebrando paredes. A postagem inclui ainda um alerta feito pela instituição Colorado Parks and Wildlife, lembrando a população local sobre importância de trancar portas e janelas, tanto de casa quanto dos carros.

Mais de 35 veículos e nove casas na região de Estes Park foram invadidos por ursos nas últimas semanas, segundo a instituição. "Pela sua segurança, e a vida desses ursos, por favor, feche e tranque todas as janelas e portas da sua casa e veículos. Tenha como rotina checar se tudo está fechado antes de ir dormir ou sair de casa."

Essa espécie costuma ser atraída por restos de comida e lixo orgânico. Mas, de acordo com a postagem, manter o veículo limpo já não é suficiente para deter os ursos. Em casos recentes, os animais entraram em carros que não tinham sequer uma migalha de comida.

"Isso mostra que alguns ursos estão tão habituados a obter comida em veículos, e que alguns estão indo de carro em carro, vendo se estão destrancados, mesmo que não vejam ou sintam cheiro de comida", diz a publicação no Facebook.

"Por favor, faça a sua parte para manter os ursos selvagens. Os ursos são extremamente inteligentes, o que significa que todos nós temos que ser também", completa o texto.

BBC News Brasil
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias