Você viu?

Juninho Pernambucano critica eleitores de Bolsonaro e gera polêmica nas redes sociais

O ex-jogador Juninho Pernambucano - Marcelo Sadio/vasco.com.br


Nesta terça (3), o ex-jogador Juninho Pernambucano se envolveu em uma polêmica na rede social Twitter.

No microblog, o ex-jogador do Vasco não escondeu sua posição política e pediu para que os simpatizantes do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) deixassem de seguí-lo. 

"Não sabia que bolsominions me seguiam. Por favor não me sigam. Não quero quantidade de seguidores e sim qualidade humana de caráter deles", disse o ex-atleta em referência às criaturas amarelas que gostam de ajudar vilões na animação "Meu Malvado Favorito".

O tuíte teve cerca de 3.900 respostas, mais de 13 mil retuítes e 40 mil likes. Contrariado por alguns seguidores, o atual comentarista esportivo da Globo adicionou: "Assumo tudo o que disse e peço, vaza bolsominions."

Juninho também escreveu que não queria seguidores preconceituosos: "Apenas fiz um pedido para não me seguir quem tiver qualquer tipo de preconceito! Não escolhi lado."

Flávio Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, respondeu o jogador seguidas vezes. Em uma das respostas, pediu para que o ex-jogador não chamasse de preconceituosos os seguidores do deputado. "Ser contra o que Bolsonaro pensa faz parte, mas não seja leviano ao querer rotulá-lo de algo que ele não é".

Juninho retrucou: "Mas existe preconceito contra o preconceituoso? Se sim, reconheço que errei, pensei que não era."

Como resposta, Flávio Bolsonaro escreveu: "Impressiona como você realmente não enxerga que está sendo o preconceituoso ao julgar alguém sem nem conhecê-lo."


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem
[an error occurred while processing this directive]