Você viu?

Nova 'rainha' dos memes, Cuca, a vilã do 'Sítio', repercute na mídia internacional e vira alvo de problematização 

Desde a última quinta (15), internautas do mundo todo estão publicando nas redes sociais memes com fotos e vídeos de Cuca, a vilã do "Sítio do Picapau Amarelo".

"Quem é essa rainha?", postou uma internauta no Twitter, junto de um vídeo de Cuca. 

Apesar de não saberem a origem da personagem, os internautas estão se divertindo com a estranha figura: Cuca é uma jacaré com longos cabelos e, em algumas versões do "Sítio", aparece vestida.

"Passei a noite fazendo gifs da Cuca e de seus amigos do 'Sítio'. Eles são icônicos", escreveu um internauta. 

Muitos tuítes se referem a ela como "alligator with a wig" (jacaré com uma peruca, traduzindo). Seu comportamento debochado, com gesticulação afetada, tornou Cuca uma diva na internet. 

A personagem repercutiu na mídia internacional. O "BuzzFeed" norte-americano publicou que "a internet encontrou seu novo ícone e ela veio para ficar". O site "Dazed" a chamou de "estranho crocodilo brasileiro com uma peruca cara da Nicki Minaj".

O site "Mic" escreveu: "não há como voltar atrás. Ela foi declarada novo ícone pelos gays no Twitter."

"Eu, procurando memes da Cuca", publicou uma garota no Twitter.

Cuca é uma criação do escritor Monteiro Lobato, presente nos livros do "Sítio do Picapau Amarelo" entre os anos 20 e 40.

"Eu irritado com a minha timeline cheia de memes da Cuca", postou um tuiteiro. 

A obra foi adaptada várias vezes para a TV, sendo as versões mais famosas a de 1977, que durou dez anos, e o remake de 2001, exibido até 2007, ambos da Globo. Em 2012 virou desenho animado. 

A versão mais recente da Globo mostrava Cuca com um corpo mais feminino, com vestido vermelho, mantendo a cabeça de Jacaré. No decorrer das temporadas esse visual foi alterado. 

Com a "descoberta internacional" de Cuca, brasileiros passaram a problematizar a figura. Em tom de brincadeira-falando-sério, internautas destacaram a sexualização da versão recente da vilã e apontaram intolerância religiosa nos personagens que a marginalizavam por ser bruxa. 


Relembre uma cena da Cuca: 

Relembre a Cuca dos anos 70: 


.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem