Você viu?

Discursos políticos no Oscar desagradam eleitores de Trump, diz pesquisa

Uma pesquisa conduzida pela National Research Group e divulgada pela revista americana "Hollywood Reporter" mostrou a divisão existente nos Estados Unidos, mas usando um método diferente.

Ao questionar 800 eleitores de Donald Trump e Hillary Clinton sobre suas opiniões quanto ao Oscar, os pesquisadores descobriram que há uma grande diferença entre os dois grupos quando estão assistindo à cerimônia do prêmio.

O estudo mostrou que dois terços daqueles que votaram em Trump desligam suas televisões quando os agradecimentos do Oscar têm algum teor político. No caso dos eleitores de Hillary, apenas 19% desligam seus televisores e 43% acham que os discursos precisam falar sobre as medidas controversas do presidente americano.

Os apoiadores de Hillary também serão responsáveis pela maior parte da audiência do Oscar: 79% planejam assistir à cerimônia, contra 66% daqueles que votaram em Trump.

Ambos os grupos parecem ter gostando de "La La Land - Cantando Estações". Este foi o filme preferido dos eleitores de Trump e aparece em segundo na lista dos apoiadores de Hillary, que escolheram "Estrelas Além do Tempo" como o melhor da temporada.

O segundo lugar para os fãs do presidente ficou com "Até o Último Homem", que recebeu 21% dos votos republicanos da pesquisa, contra 9% dos democratas.

Outro dado que mostra as diferenças entre os dois grupos é a visão que eles têm da comunidade de Hollywood. Para 54% dos eleitores de Hillary, a indústria cinematográfica representa seus valores pessoais, contra 20% dos apoiadores de Trump.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem