Você viu?

Confira cinco dos projetos mais bizarros de financiamento coletivo

Campanhas de financiamento coletivo on-line —os chamados "crowdfunding"— têm seus pontos positivos e negativos.

Enquanto essas plataformas facilitam a vida de quem busca capital para seus projetos, também se tornaram um ninho de polêmicas, afinal, muita coisa pode dar errado entre publicar uma ideia e ter o produto final em mãos.

Foi o que aconteceu nesta semana com Leonardo, campeão do "MasterChef Brasil" (Band). Depois de vencer o reality gastronômico, ao lado de dois amigos ele lançou uma campanha on-line para levantar R$ 200 mil e abrir uma hamburgueria em São Paulo. Criticado nas redes sociais, decidiu cancelar o projeto.

Conheça cinco das ideias mais bizarras de crowdfunding que já surgiram:

Café Cereal Killer

Em 2014, dois irmãos britânicos lançaram uma campanha no site Indiegogo para obter 60 mil libras e abrir uma lanchonete em Londres chamada Cereal Killer Café.

A ideia era explorar o trocadilho em um estabelecimento que serviria todo tipo de matinal. A campanha foi fechada após arrecadar pouco mais de 1.000 libras, mas a repercussão fez com que o café fosse realmente aberto. Hoje, ele funciona em Londres e serve cem tipos de cereais.

Rapidinha no Copan

A administração de um dos prédios mais tradicionais de São Paulo, o Copan, multou o proprietário de um apartamento em R$ 678 em 2013. O motivo: dois de seus convidados foram flagrados fazendo sexo nos degraus de acesso do edifício.

A solução encontrada pela garota envolvida na polêmica foi criar uma campanha no site Vakinha para obter o valor necessário.

"Aprontei um pouco demais da conta e acabei recebendo uma multa de R$ 678 por transar no último andar do Copan. Agora quero ver vocês pingarem e ajudarem uma amiga que foi penalizada pelo universo apenas pelo fato de ser 'transona'", escreveu.

'Cagematch'

Para tentar ajudar quem não encontrou o amor da vida nem teve uma companhia para aprontar nas alturas, um homem decidiu começar uma campanha no site Kickstarter para criar um aplicativo de relacionamento.

E, cuidado, Happn e Tinder, a ideia era realmente inovadora. Chamado de Cagematch, o app pretendia unir pessoas que tivessem gostos parecidos levando em conta filmes estrelados por Nicolas Cage. Assim, fãs de "Con Air" não corriam o risco de se relacionar com quem prefere "O Sol de Cada Manhã".

O projeto, entretanto, não deu certo e arrecadou apenas 3.000 das 20 mil libras necessárias.

Cagematch
App pretendia unir quem tem gostos parecidos nos filmes de Nicholas Cage - Reprodução/Kickstarter

Alma gêmea

Um morador de Londres, chamado Tom Packer, criou uma campanha pedindo 1.300 libras para ter 13 encontros com garotas e, enfim, encontrar o amor de sua vida.

De acordo com o jornal britânico "Metro", o projeto, no entanto, não deu muito certo. Além de ter arrumado apenas 227 libras, ele causou polêmica nas redes sociais ao oferecer recompensas consideradas ruins, como uma foto autografada.

Uma das pessoas que ficaram furiosas com Packer foi um homem chamado Philip Stewart. Para mostrar todo seu descontentamento, lançou um crowdfunding para comprar um acordeão e tocá-lo em todos os 13 encontros que Packer tivesse. Também não chegou ao valor necessário.

Campanha
Homem criou campanha de financiamento coletivo para estragar arrecadação (e vida amorosa) de outra pessoa - Reprodução/Indiegogo

Biblioteca

Talvez alguma vez você já tenha se perguntado sobre qual o tamanho da Wikipedia se ela fosse um livro. Para tentar responder a essa questão, um grupo iniciou uma campanha on-line com o objetivo de levantar US$ 50 mil e imprimir todos os verbetes da enciclopédia eletrônica em inglês.

Na época, em fevereiro de 2014, eles estimavam que seriam necessários cerca de 1.000 livros com 1.200 páginas em cada um deles.

Depois de conseguirem US$ 2.000 em oito dias, os organizadores acharam melhor abortar a campanha. "Talvez nós estejamos mais à frente nessa era da informação do que pensávamos", disse um dos líderes do projeto ao jornal britânico "The Guardian".

Wikipedia
Página principal da Wikipedia - Reprodução/Wikipedia

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem