Televisão

Filho de âncora da Fox News morre após pai ser demitido sob suspeita de assédio sexual

Eric Bolling, apresentador da Fox News, suspeito de ter assediado colegas no trabalho
Eric Bolling, apresentador da Fox News, suspeito de ter assediado colegas no trabalh - Richard Drew-22.jul.2015/AP


O filho de Eric Bolling, 54, apresentador da Fox News, morreu horas depois de o pai ser demitido sob suspeita de assédio sexual. De acordo com o site "Daily Mail", Eric Chase, 19, filho único de Bolling com sua mulher, Adrienne, morreu na noite da última sexta (8).

Na tarde deste sábado (9), Bolling confirmou a morte do filho, que era estudante da Universidade de Colorado, em sua conta no microblog. O apresentador também agradeceu a solidariedade recebida das pessoas e disse que a autópsia será na semana que vem.

"Adrienne e eu estamos despedaçados pela perda de nosso amado filho Eric Chase", escreveu Bolling, em sua conta no Twitter.

ASSÉDIO

Eric Bolling foi demitido do canal americano Fox News sob suspeita de assédio sexual a colegas de trabalho. Este é o terceiro caso em pouco mais de um ano no canal, conhecido por sua inclinação conservadora e um time de âncoras e comentaristas ligados à opinião de direita nos EUA

​No começo de agosto, o site "Huffington Post" havia reportado que o apresentador do programa "The Specialists" tinha enviado a pelo menos três colegas de trabalho várias mensagens com fotos de seus genitais.

As mensagens, segundo o site, foram enviadas há vários anos. A direção da Fox News suspendeu o apresentador horas depois da revelação e anunciou o início de uma investigação comandada por advogados externos à empresa.

Um porta-voz do canal afirmou que "uma revisão confidencial das acusações" foi realizada, sem dar maiores detalhes sobre as conclusões. A saída de Bolling, cujo programa deixou de ser transmitido, faz parte de uma série de escândalos que atingiram a imagem da Fox News desde o ano passado.

Em julho de 2016, o fundador e diretor da Fox News, Roger Ailes, foi obrigado a deixar o cargo após ser acusado de assédio sexual, assim como fez o apresentador estrela da emissora, Bill O'Reilly, pelas mesmas razões. Ailes morreu em maio passado

Em julho passado, o diretor de programas do canal Fox Sports, filial do grupo 21st Century Fox, foi demitido, suspeito de comportamentos inadequados.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem