Publicidade

'Foi como beijar um homem', diz namorada de Paolla Oliveira em 'Felizes para Sempre?'

04/02/2015 - 18h01

Publicidade

VITOR MORENO
EDITOR-ASSISTENTE DO "F5"

Invejada por homens (e mulheres) de todo o Brasil, a atriz Martha Nowill, 34, não achou nada de mais em trocar beijos apaixonados com a colega Paolla Oliveira nas gravações da minissérie "Felizes para Sempre?" (Globo).

"Para mim foi normal, que nem beijar um homem", afirmou ao "F5". "A gente se preparou para o relacionamento das duas personagens. O beijo faz parte. Foi supernatural, mesmo."

"Beijar um ator que você não conhece também é constrangedor às vezes", comparou. "Mas eu e Paolla nos demos superbem, ela é muito parceira e encarou tudo com a maior naturalidade."

Na produção, Martha interpreta a advogada Daniela, que mora com a estudante Denise (vivida por Paolla). No episódio que foi ao ar na terça-feira (3), Daniela finalmente descobriu que a namorada se prostitui sob o codinome Danny Bond.

"Ela é muito apaixonada e cega de amor", avaliou Martha. "Ela é mais careta, não é uma artista ou uma arquiteta, é uma pessoa comum que gosta de mulher, como milhares que existem por aí."

"À medida que ela vai começando a desconfiar da namorada, vai pegando uma passionalidade, uma energia de ciúmes e de loucura muito forte, mas não mata ninguém", adiantou.

A atriz disse que, para ela, jamais foi uma questão interpretar uma personagem homossexual na TV e acredita que esse assunto está sendo superado aos poucos.

"A TV está abrindo a cabeça das pessoas a fórceps", comentou. "Eu sou uma artista e estou acostumada com isso. Para mim é uma bobagem. Mas para as pessoas mais conservadoras, a teledramaturgia funciona como uma forma de ver novas realidades."

"Gente, não dá mais para esconder que tem gays, tem lésbicas, pessoas que se amam", disse. "Há muito tempo isso existe, acho que agora isso está transbordando nas pessoas, tanto que a televisão não consegue escapar disso. Aos poucos, o público está se acostumando e aceitando porque não dá mais para ter esse tipo de preconceito."

Sobre a reação do namorado dela às cenas mais quentes da minissérie, a atriz contou que não conversa com ele a respeito.

"Eu nem pergunto. É o meu trabalho e não quero nem saber porque não quero ficar travada para um próximo trabalho", afirmou. "Ele entende, senão não namoraria comigo."

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha