Música

Mais que música: Rock in Rio tem lounges que oferecem de maquiagem a azaração



Além de um line-up de 12 horas, a Cidade do Rock tem uma programação paralela, fora dos palcos. São lounges que oferecem diversos serviços, que vão de penteados à azaração.

O do Tinder —popular aplicativo de paqueras— é, visivelmente, um dos mais badalados desde o início do Rock in Rio, no dia 15.

"A ideia é ajudar as pessoas a melhorarem seu perfil no Tinder. Além disso, queremos mostrar que o app não é somente para ajudar nos relacionamentos, serve para conectar pessoas. Tem gente que faz amizade, que combina de viajar e até mesmo gente que arruma emprego", diz o porta-voz da ferramenta Andrea Iorio. Ele estima que o espaço recebeu entre mil e 2.000 pessoas por dia.

Além das dicas para dar mais "matchs", quem visita o lounge pode fazer maquiagem e cabelo de graça. Pelas paredes do espaço, estão espalhadas dicas, de acordo com estatísticas do próprio aplicativo.

As irmãs Raissa Rocha e Talissa Rocha foram juntas ao lounge.

Raissa, 20, disse que ainda não colocou a foto em um mural do espaço destinado a formar casais no próprio evento. "Não peguei ninguém, mas se Deus quiser vou pegar", disse.

Talissa, 20, tem perfil mais reservado. "Não acho que é assim que se consegue [um ficante ou namorado]. Mas eu ia adorar se aquele funcionário ali colocasse os contatos dele no mural", brincou.

A estudante de história Sabrina Steuer, 20, que mora na Inglaterra e veio ao Brasil de férias, afirmou que ia aproveitar bem os serviços do lounge. "Meu namorado terminou comigo. Vou dar um 'like' em alguém aqui", falou, rindo.

Já a bióloga Luana Leirós, 26, quis mesmo aproveitar a maquiagem. "Cheguei mais ou menos à meia-noite, e o lounge nem estava tão cheio. Fiquei esperando uns 25 minutos. Quem chegou mais tarde aguardou menos uma hora"


Amanda Carneiro mostra seu novo visual ao lado do namorado
Amanda Carneiro mostra seu novo visual ao lado do namorado - Cris Veronez/Folhapress



Outra opção para dar um trato no visual era o lounge da Niely, marca de cosméticos. Foi o que fez a professora de inglês Amanda Carneiro, 24. Para não encarar a espera de mais de uma hora na fila, foi ao espaço durante o show de Justin Timberlake. Foi atendida quase que imediatamente.

"A fila estava disputada igual a da tirolesa", brincou. "A sensação de sair com um penteado incrível, moderno e bem feito é muito boa", disse ela, que escolheu fazer duas tranças embutidas.

No final da visita ao lounge, é possível tirar três fotos com adereços. As imagens são transformadas em vídeo animado e enviadas por WhatsApp. Neste fim de semana, foram realizados 1,1 mil penteados por dia no espaço, segundo a assessoria de imprensa da marca.

No espaço destinado à Maybelline NY, havia serviço de maquiagem com diversos produtos da marca, inclusive um batom azul mate, criado exclusivamente para o RiR. Foram 750 atendimentos por dia, segundo a assessoria de imprensa.

A engenheira civil Caroline Mecca, 26, foi um delas, que aproveitou o show de Shawn Mendes e foi atendida em cerca de meia hora. "Fui estratégica", diz. "Curti o show da fila mesmo."

A dona de casa Nice Marinho, 47, fez uma crítica ao espaço. "Não gostei. Fiquei uma hora e meia na fila, para o maquiador me dizer que eu tinha que escolher entre sombra ou batom para ele passar. O que faltasse eu mesma poderia fazer."

E para quem quer uma lembrança do festival, a Johnnie Walker, marca de bebidas, oferece uma foto impressa tirada dentro de seu estande.

Coca-Cola, Itaú, Submarino, Doritos e outras marcas patrocinadoras e apoiadoras do festival também montaram seus lounges, que oferecem as mais variadas experiências —entre elas cantar, tocar instrumentos e carregar celular.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem