Publicidade

Universitário vai perder virgindade anal em performance artística

04/11/2013 - 16h49

Publicidade

DE SÃO PAULO

Um estudante de arte da faculdade Saint Martins Art School, em Londres, vai fazer uma performance única.

Clayton Pettet, 19, perderá a virgindade anal na frente de cem pessoas, em uma galeria de Londres.

Preta Gil posta foto de biquíni e mostra cintura fina
Lady Gaga será a primeira artista a cantar no espaço
Procurado pela polícia por pichação, Justin Bieber desabafa na web

O nome do projeto é "Art School Stole My Virginity" (escola de arte roubou minha virgindade).

Clayton, que está no segundo ano do curso, contará com a participação de um amigo para colocar a performance em prática. Os dois já avisaram que vão usar camisinha.

"A chave da arte performática é que ela só deve ser performada uma vez. E perder a virgindade é a última coisa que vai acontecer uma única vez na vida de uma pessoa", explicou Clayton em entrevista ao site britânico "Daily Mail".

O jovem britânico, que está há três anos planejando sua performance, pretende fazer uma sessão de perguntas e respostas após o ato sexual.

"Eu segurei minha virgindade por 19 anos e não vou perdê-la levianamente. É como se eu estivesse perdendo na verdade o estigma que há em torno disso", justificou o artista, que está sendo criticado por sua ideia, considerada controversa.

"Culturalmente, damos muito valor à questão da virgindade e eu decidi usar a minha para criar uma obra única, com a qual pretendo estimular o debate sobre esse tema", acrescentou.

Apesar de ter saído na imprensa, Clayton ainda não informou seus pais sobre o projeto, que no entanto já foi aprovado pela universidade.

A perfomance vai acontecer no dia 25 de janeiro de 2014.

Reprodução/claypettet.tumblr.com
O estudante de arte Clayton Pettet, que perderá a virgindade ao vivo na frente de cem pessoas
O estudante de arte Clayton Pettet, que perderá a virgindade ao vivo na frente de cem pessoas
  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha