Celebridades

Artistas se reúnem em São Paulo para arrecadar dinheiro em prol do 11 de Setembro

Gianne Albertoni e outros famosos se reúnem em evento beneficente em memória ao 11 de setembro. O dinheiro arrecadado será dividido entre instituições americanas e quatro instituições brasileiras
Gianne Albertoni e outros famosos se reúnem em evento beneficente em memória ao 11 de setembro. O dinheiro arrecadado será dividido entre instituições americanas e quatro instituições brasileiras - Natan Passos


O 11 de Setembro é uma data lembrada em muitos países. No Brasil, algumas celebridades dedicam o dia em memória às vítimas do atentado às torres gêmeas, em 2001. Fábio Porchat, Solange Frazão, Carolina Bittencourt e Maurício Lima dedicaram algumas horas desta segunda-feira (11) para caridade no Charity Day, do BGC Partners.

As celebridades atenderam os telefones e incentivam que grandes transações fossem concretizadas. Desde 2010, a empresa reúne artistas para arrecadar fundos para vítimas do 11 de Setembro e entidades assistenciais do Brasil.

O apresentador e humorista Fábio Porchat esteve entre os famosos que "fecharam negócio". Para ele, que também é fundador da Abace (Associação Buriti de Arte, Cultura e Esporte), a caridade é uma oportunidade de usar sua imagem para ajudar o próximo.

Fábio também comenta a importância de unir interesses quando se trata de caridade. "Gosto de perceber as pessoas que estão ao redor e o que elas precisam. Quero ser esse intermediário, de não ser só o meu post, mas conseguir falar com as pessoas que conheço, com as empresas que conheço e fazer a ponte entre as pessoas, porque isso é o mais importante."

A atriz Laryssa Dias, que interpreta a freira Luzia em "Carinha de Anjo" (SBT), conta que desde pequena esteve envolvida com caridade. "Em casa, tivemos esse exemplo com meus pais. Sempre promovíamos ações que pudessem ajudar o próximo, separávamos roupas e mantimentos para doação. Eu cresci em contato com esse discurso."

O ex-jogador de vôlei Maurício Lima conta que se sentiu lisonjeado em participar da arrecadação. "Sendo do esporte, fico feliz em poder ajudar de alguma forma, dando esse apoio para a parte social também", disse o esportista, que também acelerou os negócios do dia.

A modelo Gianne Albertoni também participou do evento. Para ela, usar sua presença para promover um evento beneficente é gratificante, além de ser uma grande oportunidade de espalhar o bem. "Esse é exatamente o propósito. Quero alavancar e incentivar ao máximo as operações e fazer com que outras instituições e pessoas também se motivem", disse. 

Musa fitness e apresentadora, Solange Frazão também reforça a ideia de que, como figura pública, ajudar uma causa é sempre uma maneira de influenciar positivamente que outras pessoas façam o mesmo. "É tão gostoso poder fazer algo em prol de alguém. É ótimo saber que sua imagem pode ajudar alguém. Estou aqui super empolgada e com o maior prazer", disse. 

O CEO Ermínio Lucci explica que o dinheiro é arrecadado é proveniente da taxa cobrada sobre as transações financeiras intermediadas pela corretora. Todo a receita obtida neste dia é revertido para caridade.  

Segundo ele, "a quantia arrecadada é dividida e metade é destinada para instituições americanas que apoiam as famílias vítimas do atentado. A outra metade é destinada a instituições brasileiras escolhidas anualmente". Este ano, a Fundação Gol de Letra, a APAE de São Paulo, a Casa Ondina Lobo e Fundação do Rim receberão a outra metade das doações.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem