Celebridades

Marcos fala sobre Emilly e lado negativo do 'BBB': 'Todos têm um preço'

Nem mesmo a conturbada participação no "Big  Brother Brasil" parece ter arranhado a reputação do cirurgião plástico Marcos Harter. "Realmente o número de clientes aumentou e para mim, como médico, é muito bom saber que tanta gente confia ou admira meu trabalho", contou em entrevista ao "UOL".

"Foi uma experiência que me ensinou muito e certamente me mostrou que sempre precisamos melhorar como seres humanos e em nossos relacionamentos. Como médico, foi uma experiência enriquecedora porque sempre tive curiosidade na área de psiquiatria nas relações interpessoais decorrentes do confinamento, participar como 'cobaia' foi sensacional", completou Marcos.

Apesar dessas lições, o ex-namorado de Emilly solicitou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a entrevista ao "UOL" fosse concedida por email. Ele não respondeu às questões sobre as agressões contra ela, que resultaram em sua expulsão do programa e em denúncia do Ministério Público. O caso agora está em análise e Marcos ainda pode se tornar réu.

Ao destacar o que viveu de negativo no programa, ele disse: "Acredito que o ponto negativo tenha sido descobrir que todo mundo tem um preço."

Apesar de não ser diretamente direcionada à ex-namorada, a resposta faz eco ao que o médico já havia dito em uma carta aberta sobre o relacionamento.

Na carta, publicada nas redes sociais, ele escreveu: "Seu pedido para me retirar do programa me mostrou que o que você sentia por mim tinha um preço. Meu coração se estraçalhou naquele exato momento, pois mesmo sabendo que era capaz de lhe perdoar, entendi que jamais conseguiríamos construir uma relação na qual o dinheiro já havia sido colocado acima do amor uma vez."

Sobre a campeã do "BBB17", o médico foi lacônico: "Caso encerrado". O ex-BBB também evitou falar sobre sua vida amorosa. "Minha prioridade agora é a minha carreira."


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem