Celebridades

Cleo Pires diz fazer uso 'recreativo' de maconha e que 'gosta muito do universo pornográfico'

No ar em duas produções globais, "Haja Coração" e "Supermax", Cleo Pires, 34, está envolvida em quatro filmes e quer ainda investir na carreira de cantora. Em entrevista à "Veja Rio", a atriz falou de seus planos e comentou temas polêmicos, como uso de drogas e fetiches sexuais.

A primogênita de Gloria Pires diz que "gosta muito do universo" da pornografia. "Assisto a filmes pornôs e tenho fetiches como o 'bondage' e o 'choking' [práticas sexuais sadomasoquistas]." Para ela, as pessoas não deveriam se envergonhar de falar sobre sexo. 

LEIA TAMBÉM:

'Preconceituosos são eles', responde Cleo Pires a críticos da campanha em que interpreta paratleta

'Tive sorte, sou protegida pela fama', diz ​Cleo Pires sobre violência contra mulher

Solteira desde fevereiro, quando terminou o namoro de três anos com o ator Rômulo Neto, Cleo conta que já fez muito sexo casual —"mas isso está me deixando vazia ultimamente"— e que realiza exames de HIV pelo menos duas vezes ao ano. 

A atriz também fala abertamente sobre uso de entorpecentes: "É obvio que já usei drogas. Seria hipócrita se eu negasse, mas hoje só uso recreativamente". 

Procurada para comentar as declarações, ela afirmou por meio de sua assessoria ter usado o termo "maconha", não o genérico "drogas". 

Boatos de que ela estaria namorando sua empresária, Piny Montoro, surgiram na mídia recentemente. Cleo nega, mas diz que que não teria problemas em se relacionar com alguém do mesmo sexo. "Nunca rolou com nenhuma mulher, mas, se eu tiver tesão numa mulher, tudo pode acontecer. Não vou deixar de fazer o que quero porque os outros vão falar."



Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem