Celebridades

'Minha vida continua fogão todo dia e ralação na cozinha', diz Henrique Fogaça sobre fama

Celebridade de um dia para o outro devido ao "MasterChef" (Band), Henrique Fogaça afirma que sua vida não mudou tanto.

Vencedor do prêmio "Men Of The Year 2015" da revista "GQ Brasil", ele desmistifica o glamour por trás dos pratos gourmet.

"É emocionante, cla­ro. Mas minha vida continua fogão todo dia, ralação na co­zinha. Eu sempre ralei, nes­se sentido não mudou nada."

Hoje, além do restaurante Sal, Fogaça tem o bar Admiral's Place, é só­cio do bar Cão Véio e do restaurante Jamile, em parceria com Alber­to Hiar, dono da grife Cavalera, e o empresário Anuar Tacach. Em 2016, pretende abrir uma filial do Sal em Miami, lançar um disco novo da banda Oitão e participar da terceira temporada do "MasterChef".

"As pessoas se iludem, veem um prato bonitinho e decidem fazer gastronomia. Aí entram para a cozinha e não sobrevivem, é um ambiente de pressão. O glamour da cozinha não existe", dispara.

Um doce com as crianças do "MasterChef Junior", Fogaça se defende da fama de carrancudo. "Não sou grosseiro, sou justo na minha avaliação. Sou um cara muito emotivo, me sensibilizo com as coisas".

Ainda na revista, ele contou sua trajetória na cozinha, que começou com dicas da avó.

"Um dia, resolvi cozinhar, liguei para minha avó e pedi umas dicas. Ela ia falando e eu ia fa­zendo. Quando me dei conta, estava todo dia fazendo uns rangos e pirando. Aí come­cei a fazer jantares para alguns vizinhos e a coisa foi indo, mano, automática. Já estava totalmente envolvi­do", lembra.

<> Galeria de Imagens
39360
Matéria importada do Spiffy News

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias