Você viu?

Obra atribuída a Banksy e roubada em 2019 em Paris é encontrada na Itália

Arte fora pintada na porta dos fundos da casa Bataclan, em homenagem aos 90 mortos no local

Arte de Banksy roubada em Paris
Arte de Banksy roubada em Paris - Thomas Samson / AFP
São Paulo

Uma obra atribuída ao artista Banksy, em homenagem às vítimas dos ataques de novembro de 2015 em Paris, foi encontrado durante uma operação policial no centro da Itália, após ter sido roubado em 2019 da casa de espetáculos Bataclan.

"Recuperamos a porta roubada no Bataclan com um trabalho de Banksy representando a menina triste", disse à AFP um oficial nesta quarta-feira (10). A operação foi iniciada a pedido da polícia francesa e realizada na presença de policiais franceses, disse esse responsável.

"Não posso revelar mais nada, uma conferência de imprensa do promotor de L'Aquila", capital da região de Abruzzo, onde o trabalho foi encontrado, "acontecerá amanhã de manhã", disse ele.

Esta obra, atribuída ao famoso artista britânico anônimo Banksy, havia sido pintada na porta dos fundos da casa parisiense Bataclan, na forma de uma homenagem às 90 pessoas mortas no local em 13 de novembro de 2015 durante os ataques terroristas que atingiram Paris. Foi roubada em janeiro de 2019, junto com a porta em que foi pintada.

Segundo o jornal La Repubblica, citando o promotor de L'Aquila, a porta foi encontrada em uma fazenda na zona rural de Abbruz.

A descoberta "foi possível graças a investigações realizadas pelo gabinete do promotor em colaboração com a polícia e a justiça francesas", afirmou o jornal.

Feita com estêncil e tinta branca, a obra atribuída a Banksy representa uma personagem feminina de aparência triste em uma das saídas de emergência, localizada atrás do Bataclan, na passagem pela qual muitos espectadores escaparam durante o ataque terrorista.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem