Você viu?

Tinder lança botão de pânico para ajudar na segurança dos usuários

Função ficará disponível somente nos Estados Unidos por enquanto

Tinder
Tinder - JOE RAEDLE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
AFP

O Tinder anunciou nesta quinta-feira (23) que os usuários dos Estados Unidos em breve usarão um botão do "pânico” para alertar as autoridades sobre situações potencialmente perigosas. A iniciativa faz parte de um reforço de segurança do aplicativo de namoro.

Recentemente um novo recurso apresentado pelo Tinder permite que os usuários optem pelo aplicativo de segurança pessoal Noonlight, que conecta os usuários aos serviços de emergência pessoais.

Segundo o porta-voz do aplicativo, o recurso será lançado nos próximos dias na América do Norte e conectará os usuários a “despachantes treinados que entram em contato com as autoridades em nome do usuário”.

O novo recurso atua como um "guarda-costas silencioso em situações em que você está sozinho ou encontrando alguém pela primeira vez”, disse Brittany LeComte, cofundadora da Noonlight. O Tinder também está adicionando verificação de fotos, para comparar utilizando inteligência artificial uma foto posada tirada em tempo real para as fotos de perfil.

Membros com fotos autenticadas receberão um “crachá” que verifica se as imagens são autênticas. Esse recurso de fotos está sendo testado em mercados selecionados e estará amplamente disponível no final deste ano.

O Tinder, conhecido por dar aos usuários a opção de “deslizar” para a direita ou esquerda para aceitar ou rejeitar um encontro, é o maior dos aplicativos do Match Group, operando em 190 países, alegando facilitar um milhão de encontros por semana.

Para ajudar a aliviar as preocupações com riscos pessoais, o Tinder afirmou que está lançando um centro de segurança dentro do aplicativo para manter os usuários informados. Esse recurso está sendo lançado nos Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e Alemanha e será localizado para mercados adicionais ao longo do ano.

Os aplicativos de namoro online, incluindo PlentyOfFish, OkCupid e Hinge, que compõe o Match Group, serão desmembrados como uma empresa independente este ano, de acordo com a empresa-mãe IAC.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem