Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui para continuar.

Você viu?

'Sigo a religião Rihanna', dizem internautas sobre roupa de papa no Met Gala 2018

'Look' da cantora movimentou as redes sociais

Rihanna no tapete vermelho do Met Gala 2018 - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Não tem pra ninguém. Desde que chegou ao tapete vermelho do Met Gala 2018 vestida de papa, Rihanna atraiu todos os holofotes —e memes— para si. No Twitter, o nome da cantora figura entre os mais usados pelos usuários do microblog. No Google Trends, as palavras "Metropolitan Museum of Art"‬, "‪Gala do MET"‬ e "‪Rihanna" despontaram nas buscas. 

"O papa era argentino. Agora ele é Rihanna!"; "Mano, o mundo é da Rihanna e a gente só vive nele mesmo"; "Rihanna acaba de zerar o evento com o melhor look da noite"; "Rihanna  é minha religião, agora tudo faz sentindo" e "Eu sigo a religião Rihanna" foram alguns dos divertidos tuítes encontrados na rede social. 

Segundo Pedro Diniz, colunista desta Folha, o "look" papal de Rihanna é assinado pela grife francesa Maison Margiela. O chapeleiro Stephen Jones foi quem desenhou a mitra usada por ela.

"A escolha pode parecer ousada, mas a assinatura da roupa sobe o tom da polêmica. O atual estilista da Margiela é o britânico John Galliano, 57, demitido da Christian Dior em 2011 após vir a público um vídeo no qual ofende uma mulher com comentários antissemitas e diz amar Hitler", escreveu Diniz em texto publicado nesta segunda (7). 

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas