Você viu?

'Sigo a religião Rihanna', dizem internautas sobre roupa de papa no Met Gala 2018

'Look' da cantora movimentou as redes sociais

Rihanna no tapete vermelho do Met Gala 2018 - AFP

Não tem pra ninguém. Desde que chegou ao tapete vermelho do Met Gala 2018 vestida de papa, Rihanna atraiu todos os holofotes —e memes— para si. No Twitter, o nome da cantora figura entre os mais usados pelos usuários do microblog. No Google Trends, as palavras "Metropolitan Museum of Art"‬, "‪Gala do MET"‬ e "‪Rihanna" despontaram nas buscas. 

"O papa era argentino. Agora ele é Rihanna!"; "Mano, o mundo é da Rihanna e a gente só vive nele mesmo"; "Rihanna acaba de zerar o evento com o melhor look da noite"; "Rihanna  é minha religião, agora tudo faz sentindo" e "Eu sigo a religião Rihanna" foram alguns dos divertidos tuítes encontrados na rede social. 

Segundo Pedro Diniz, colunista desta Folha, o "look" papal de Rihanna é assinado pela grife francesa Maison Margiela. O chapeleiro Stephen Jones foi quem desenhou a mitra usada por ela.

"A escolha pode parecer ousada, mas a assinatura da roupa sobe o tom da polêmica. O atual estilista da Margiela é o britânico John Galliano, 57, demitido da Christian Dior em 2011 após vir a público um vídeo no qual ofende uma mulher com comentários antissemitas e diz amar Hitler", escreveu Diniz em texto publicado nesta segunda (7). 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem