Viva Bem

Além de dar sabor aos alimentos, temperos podem ser aliados de vida mais saudável

Alho ajuda a manter o sistema imunológico forte e evita resfriados

Cecilia Padilha, 37, usa temperos para se manter em forma
Cecilia Padilha, 37, usa temperos para se manter em forma - Jardiel Carvalho/ Folhapress
Descrição de chapéu Agora
Lara Pires
São Paulo

Você sabia que o alho ajuda a manter o sistema imunológico forte e que pode evitar os resfriados nesta época do ano? "O alho tem alicina, que age como um antibiótico natural e já foi utilizado até no preparo de xaropes", diz Marisa Re­sende Coutinho, nutricionista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

Esse e outros temperos, além de darem sabor especial aos alimentos, ainda po­dem ser bons parceiros da saúde. Cecília Padilha, influenciadora digi­tal de gastronomia, 37, usa os temperos para manter a boa forma.

"Consumo todos os tipos de tempero e, de tanto gostar, comecei a pesquisar a respeito", conta ela. "Descobri que al­guns ingredientes auxiliam na perda de peso, como pimenta, gengibre e canela em pau, pois aceleram o metabolismo."

Para Thais Barca, nutricionista da Clinutri, é importante conhecer as pro­priedades de cada iguaria. "Existem es­tudos que afirmam que a cúrcuma aju­da a minimizar os efeitos colaterais da quimioterapia", conta ela. "Mas, claro, nenhum tempero substitui a medica­ção. O tempero é apenas um aliado da saúde ou um preventivo."

O alerta da nutricionista é para evitar que os temperos sejam usados de ma­neira errada. "O alecrim, por exemplo, é muito utilizado na culinária e tem um efeito digestivo que auxilia na sensação de estar estufado", explica ela.

"No en­tanto, ele também é conhecido por ace­lerar o sistema nervoso central, o que pode causar dor de cabeça." Os temperos termogênicos têm a função de manter a temperatura do corpo para que ele possa funcionar bem e para que mantenha as funções meta­bólicas normais.

"Dessa forma, o corpo utiliza os alimentos ingeridos, conver­tendo as calorias em calor", afirma Li­diane Barbosa, chef funcional. "A pi­menta, por exemplo, é rica em capsaici­na, substância que favorece o aumento da quebra de gordura no corpo", diz ela.

O ideal é sempre consumir os ali­mentos em sua versão crua. "A canela pode ser colocada em uma garrafa de água para aromatizar", diz Marisa Re­sende Coutinho, nutricionista.

Outra maneira simples de consumir é por meio do preparo de chás. Thais Bar­ca explica que há duas formas de fazer chá para aproveitar os benefícios de plantas. "As plantas moles e as folhas devem ser colocadas na água já aqueci­da. Depois, tampe a panela e deixe por dez minutos, e o chá ficará pronto para o consumo com os benefícios da plan­ta", conta. "As partes duras da planta, como raiz ou cascas, precisam ser fervi­das na água por dez minutos."


AS QUALIDADES DE CADA UM

Alecrim Efeito digestivo
Alho Ação anti-inflamatória, ajuda no controle do colesterol e fortalece o sistema imunológico
Anis estrelado Ajuda a eliminar gases; é digestivo, diurético e expectorante
Canela Ajuda a controlar a hipertensão e a diminuir a quantidade de açúcar no sangue
Chá verde Favorece a utilização da gordura corporal como fonte de energia
Cúrcuma Efeito antioxidante e anti-inflamatório. Existem estudos que mostram que o tempero ajuda a minimizar os efeitos colaterais da quimioterapia
Gengibre Efeito preventivo para refluxo e ajuda a controlar o colesterol
Orégano Ação antifúngica, que previne ou inibe a proliferação dos fungos
Pimenta caiena Efeito anti-inflamatório e antioxidante
Salsa É diurética; contém clorofila, fibras e possui propriedades antibacterianas e antioxidantes

Atenção: Os temperos não devem substituir medicamentos! Na dúvida, sempre consulte um médico

Fonte: Lidiane Barbosa, chef funcional, e Thais Barca, nutricionista da CliNutri

Agora
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias