Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

BBB22

BBB 22: Vyni é eliminado com 55,87% dos votos em mais uma derrota do Lollipop

Gustavo e Pedro Scooby tiveram 39,51%% e 4,62% dos votos, respectivamente

Vyni (Vinicius) - Instagram/vyniof
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O público do Big Brother Brasil 22 (Globo) decidiu, na noite desta terça-feira (15), eliminar Vyni, com 55,87% dos votos. Na berlinda, também estavam Gustavo e Pedro Scooby, que tiveram 39,51% e 4,62% dos votos, respectivamente.

A votação foi encerrada às 23h38min. Durante o período da decisão, a audiência chegou a ter mais de 380 mil votos por minuto, totalizando mais de 73,8 milhões de votos desde o domingo (14), quando foi formado o Paredão. A enquete produzida pelo F5 já apontava, até às 21h, a saída do cearense com cerca de 70% dos votos do público.

Com a definição da saída de Vyni, essa é mais uma derrota do quarto Lollipop, que já perdeu Brunna, Jade, Bárbara e Larissa. Antes da definição do mais novo eliminado, Eslovênia até se perguntou o que eles teriam feito de errado para não terem chance com o público.

Durante sua participação, Vyni foi chamado na casa de "figurante" por não aparecer tanto quanto no começo da competição. Nas redes sociais, o que chamou a atenção foi o fato de ele não ter muitas ações no dia a dia e se manifestar mais durante o ao vivo.

Tadeu começou o seu discurso de eliminação apontando como os três chegaram ao 8º Paredão. "Temos: Vini, um fanzasso do BBB; Gustavo, um cara que estudou esse BBB; Scooby, um cara que só foi entender o BBB aí dentro. Um cara que já pediu para vetar a si mesmo. Desses três, quem não quis jogo? Qual é a forma certa de errar? Uma coisa é fundamental. Espontaneidade (...) O Gustavo ainda queria fazer tanto. O Scooby, pode falar o que for... talvez ele só perceba isso.. A mesma coisa é esse amor do Vini e do Eli. Dá para imaginar um relacionamento assim na vida normal? Uma dessas histórias está perto do fim".

Na sequência, ele anuncia: "Eu vou encerrar com uma versão que eu fiz com um versinho que fez muito sucesso pouco tempo atrás: Da tristeza, se fez alegria. Do sonho, se fez um fato. Entrou no BBB, curtiu cada momento, achou o maior barato. E apesar dos tropeços, nunca deixou de ser um grande orgulho do Crato, quem sai hoje é você, Vyni".

Ainda na porta de saída, Vyni falou com os brothers. "Quando eu cheguei aqui, recebi 19 corações do Queridômetro. Saio com todos os corações. Se cada um aqui me deu um pouquinho do seu coração, vou deixar um pouquinho do meu coração também. Posso ser amado, abraçado, eu posso ser eu. Não quero sair triste".

Já do lado de fora da casa, Vyni falou com Tadeu Schmitd sobre suas alianças, trajetória e estratégias no jogo. Segundo ele, o seu erro foi demorar a perceber que lá dentro os participantes têm muito pouco tempo pra se recuperar das dinâmicas impostas no jogo.

"A gente tem muito pouco tempo para se sentir mal...a gente não pode se fechar dentro do Big Brother, e eu compreendi um pouco tarde. Independente disso, eu voltei a ser eu, redescobri o amor próprio", disse o ex-brother.

Questionado por Tadeu sobre Eliezer, o oitavo eliminado diz: "Eli é para mim um presente. É algo que eu não sei explicar".

Ainda sobre sua relação com o empresário, o apresentador perguntou se ele acredita que se escondeu atrás do brother, e ele respondeu: "Eu não sei se eu me escondi, mas eu acredito que nos momentos que eu me senti mais fragilizado, ele foi um abrigo, uma proteção. Eu acho que eu me deixei ser abrigado por tempo demais".

Vyni foi indicado no contragolpe por Gustavo. No momento de votar no confessionário, Gustavo revelou a Tadeu que na hora pensou que Eliezer estivesse imune e por isso não o indicou direto à berlinda. Acabou sobrando para o seu melhor amigo, Vyni, agora o 8º eliminado da edição. Agora restam 12 participantes na disputa por R$ 1,5 milhão.

DESPEDIDA PÓS-PAREDÃO

No último domingo (13) o clima de despedida já tomava conta do cearense. Vinícius aproveitou a noite pós-Paredão para se declarar a Eliezer, seu maior companheiro dentro do BBB 22. O cearense chegou a pedir para que Eli dormisse "de conchinha" com ele, enquanto demonstrava a chateação por estar na berlinda.

O brother também aproveitou a última formação de Paredão para se declarar para seus aliados no jogo. Consolado por Eli e Linn da Quebrada, Vinicius disse: "Se eu consegui chegar no coração de vocês, acho que também cheguei no de quem não me conhecia".

TRAJETÓRIA ATÉ O BBB 22

Vyni, 23, nunca escondeu as origens humildes. Em seu vídeo de apresentação do BBB 22, ele disse que sua cara "denuncia que é pobre", e até já precisou vender um botijão de gás para ir a um show de Anitta. Mas há muitas outras histórias em seu passado.

A servidora pública Stephany Alves, 27, que é amiga e uma dos seis administradores das redes sociais de Vyni, contou ao F5 que o cearense já foi ajudante da família no restaurante Pirão de Costela (que divide espaço com a casa dele), orientou trabalhos de faculdade, fez artes para convites e até cantou em casamentos e velórios para pagar as contas no fim do mês.

AMEAÇAS

Horas antes mesmo de haver uma resolução sobre o Paredão, a equipe do competidor relatou que ele tem sofrido com ameaças fora do confinamento e promete tomar medidas cabíveis.

Pelo Twitter, os administradores da conta publicaram uma mensagem de ódio de um seguidor que afirma que queria que Vyni fosse esfaqueado. Porém, esse foi só um exemplo do que eles dizem que vem acontecendo com o cearense desde quando entrou no reality.

"Nenhum tipo de ataque pode ser mais tolerado! Homofobia, xenofobia, racismo, incitação à violência são crimes. É inaceitável toda onda de ódio que Vyni recebe. Estamos tomando todas as medidas como o nosso jurídico. Nenhum comentário vai passar impune", diz a publicação.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem