BBB21

BBB21: Em discussão com Juliette, Lumena diz que não é 'raivosa e agressiva'

Advogada paraibana afirma nunca ter sentido abertura para dialogar com a psicóloga baiana

Lumena e Juliette trocam farpas no BBB21
Lumena e Juliette trocam farpas no BBB21 - Reprodução
São Paulo

Juliette e Lumena passaram a limpo todas as discussões, farpas e mal-entendidos que tiveram desde o início do BBB 21. Para aqueles que pensam que desentendimentos só acontecem na base do grito, a psicóloga e advogada mostraram que é possível, sim, dizer tudo o que pensam uma para outra, de uma forma totalmente sincera, sem que seja necessário agressões verbais ou, em casos extremos, físicas.

Tudo começou quando Lumena resolveu questionar porque Juliette continuava dando bombas para ela no Queridômetro. "Bomba pra mim são pessoas que podem explodir. Eu sou explosiva, raivosa, é uma vulnerabilidade minha e você também é", disse a advogada. A psicóloga, então, afirmou que não é assim, mas que apenas se defende quando se sente atacada. "Não me vejo como uma pessoa raivosa, agressiva", pontuou a baiana.

Juliette concordou que nenhuma das duas era raivosa a todo instante. Lumena continuou o raciocínio: "as pessoas agem e me acionam uma reação, que é diferente. Eu não tenho essa condição na minha vida. Eu não me acordo raivosa, não acordo infeliz. Muito pelo contrário, eu sou uma mulher alegre, disponível para troca, amo interlocuções profundas e sinceras". A paraibana ponderou que Lumena só tinha aquele perfil quando não estava machucada, do contrário, não poderia ser considerada uma pessoa disponível.

A troca de farpas seguiu com Lumena dizendo que a agressividade era um mecanismo de defesa e que não era boba. "Quando as pessoas me fazem de otária e eu não ouço calada, isso é diferente de eu ser uma pessoa agressiva. E no confessionário você não quis me fazer de otária, mas o coletivo e aí quando eu parei para pensar...", falou relebrando a primeira discussão que teve com Juliette, no início do reality, quando a paraibana excedeu o tempo no Queridômetro, prejudicando os participantes que ainda não tinham participado da dinâmica.

"Eu me fiz de otária, nunca fiz isso com ninguém. Isso é um julgamento seu, que não respeito, discordo e me irrita muito", disparou Juliette, ao que Lumena respondeu que a advogada a estigmatizou por causa de uma única atitude. "A única coisa que estou te cobrando é que tivemos nossos ruídos, mas me pergunto porque você me reduz a uma única condição, que é a explosiva". Juliette afirmou nunca ter sentido abertura da parte da psicóloga.

"Acontecem toda hora, Lumena. Toda hora acontece uma pequenininha. Vou te dar outro exemplo. Eu elogiei sua roupa sem saber o significado e você achou ruim. Já vi você fazendo o mesmo com os outros, porque quando fiz com você, não aceitou?", questionou a paraibana. A baiana afirmou que tinha o direito de não ver o comentário como um elogio.

Em outro momento após Juliette dizer que poderia ter reagido quando Lumena mandou que ela calasse a boca, não o fez por ter percebido que a baiana estava "machucada". A psicóloga disse, então de forma debochada: "ah, então você é a boazinha que não reage?". Juliette então matou a discussão, sendo taxativa: "depende. Naquela hora não quis, vai ter hora que vou querer. Sou boa e ruim, ninguém aqui é bom ou ruim. Somos os dois. Em nenhum momento lhe coloquei nessa posição de ruim, você está querendo dizer que lhe rotulei como preta agressiva. Não foi!"

A discussão prosseguiu com ambas se desculpando por terem magoado uma a outra, mas ainda em clima de animosidade. Lumena acusou

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem