BBB20

Nyvi Estephan diz que ser repórter do BBB 20 pode trazer visibilidade ao esporte eletrônico

Apresentadora tem carreira consolidada no universo dos games

Nyvi Stephan é nova repórter do BBB 20
Nyvi Stephan é nova repórter do BBB 20 - Victor Pollak / TV Globo
 
Jéssica Nakamura
São Paulo

Na terça-feira (14), a Globo anunciou que Nyvi Estephan será a nova repórter do BBB 20. A apresentadora do quadro Start, do Esporte Espetacular, junta-se às ex-BBBs Ana Clara e Fernanda Keulla em uma edição que promete ainda mais conectividade com o público.

“Como eu venho de outro segmento, do esporte eletrônico, então eu tenho uma comunicação direta com o público jovem. Talvez isso possa ter sido um agregador”, diz Nyvi.

Eleita a terceira maior apresentadora de esportes eletrônicos do mundo no eSports Awards 2019, a paulistana de 28 anos, que já atua profissionalmente no segmento desde 2014, espera que sua adição à equipe aumente tanto o interesse do seu público pelo Big Brother Brasil quanto o de quem já acompanha o reality pelo universo em que fez carreira. 

 
 

“Eu vi esse cenário crescer e se desenvolver e m uitas pessoas terem acesso a oportunidades devido a esse crescimento, então acho que trazer a visibilidade do BBB pro eSport é muito positivo. E o contrário também. Eu espero que isso seja uma via de mão dupla”, diz.

 
 

Mas engana-se quem pensa que a relação da apresentadora com o Big Brother Brasil começou agora. Além de ter trabalhado com Boninho e boa parte da equipe do reality no ano passado, quando comandou a cobertura especial do Rock In Rio 2019 na Globo, a apresentadora também chegou a se inscrever para entrar na casa em 2014, passou por duas etapas, mas a empreitada acabou não dando certo. 

“Acho que esse desafio de ser apresentadora da cobertura vai ser muito mais legal para mim, porque hoje eu acho que não tenho mais psicológico para participar do confinamento da casa”, justifica, aos risos. 

Enquanto não chega a estreia do BBB 20, confira algumas curiosidades sobre Nyvi Estephan. 
 

1. Já foi capa da Playboy

A apresentadora contou que, inicialmente, a Playboy entrou em contato para convidá-la para produzir conteúdo digital. “Queriam que eu fizesse vídeos falando de jogos para a revista”, explica. Porém, depois que uma foto sua tornou-se a mais curtida do Facebook da revista até então, decidiram chamá-la para um ensaio nas páginas internas da publicação. Mas Nyvi bateu o pé e disse que só aceitaria posar nua se fosse para a capa. E foi assim que ela acabou estampando uma edição especial dedicada a tecnologia e games, publicada em outubro de 2016. “Foi muito legal porque abriu caminho para o público da Playboy também conhecer o universo dos games”, celebra. 

2. Foi casada com o Detonator, da banda Massacration

 Nyvi conheceu Bruno Sutter ainda na adolescência, quando atuou em episódios do programa Hermes & Renato, na MTV Brasil. Com cerca de 13 anos, era tão fã do humorista que seu login no YouTube era Nysutter. Mas só foi se envolver romanticamente com ele anos depois, já adulta, ao reencontrá-lo no que ela chama de “universo midiático”. Os dois ficaram juntos por cerca de cinco anos, com direito a pedido de casamento feito ao vivo no programa The Noite, apresentado por Danilo Gentili, em 2016. Mas o relacionamento terminou há alguns meses, segundo Nyvi, de comum acordo. 
“Eu estava cada vez mais ocupada com os trabalhos, e ele também estava seguindo outro caminho. Terminamos e voltamos algumas vezes antes de decidir pôr um fim. Demos a notícia há um mês, mas já não estávamos bem há cerca de um ano”. Atualmente, Nyvi está solteira e pretende continuar assim - pelo menos por enquanto. “Quando a gente termina um relacionamento longo como esse, precisa de um tempo para se recentrar”, diz. 

3. É formada em Moda

Inquieta, Nyvi já estudou teatro, piano, violino e percussão, que chegou a ensinar em uma ONG dentro de uma favela na Zona Sul de São Paulo. Mas, na hora de escolher um curso de graduação, optou por Design de Moda. Trabalhou durante três anos em uma marca em que começou como estagiária, foi promovida a estilista e chegou ao cargo de coordenadora. Mas, atualmente, não pensa em voltar a trabalhar com isso. 
“Sempre sonhei em trabalhar com moda, desde pequena queria trabalhar com figurino para televisão. Mas acho que me desencantei depois que comecei a trabalhar na área”, explica. 

4. Já trabalhou no mercado financeiro

Embora tivesse bolsa integral na faculdade, Nyvi precisou trabalhar desde o início da faculdade para cobrir gastos com materiais para as aulas. Foi assim que acabou indo trabalhar em uma corretora de investimentos, onde atuou por cerca de um ano e meio. Começou no call center, mas logo viram seu potencial e a treinaram para trabalhar com análise de risco. A apresentadora gostou tanto da função que chegou a pensar em tirar licença para se tornar, de fato, uma profissional da área. Mas desistiu da ideia quando surgiu uma oportunidade em sua área de formação.

5. Seu nome é inspirado em Jorge Ben Jor

A paulistana é filha de um músico erudito com uma artista plástica e ex-atriz que era apaixonada pela canção “Ive Brussel”, de Jorge Ben Jor. A paixão era tão grande que acabou inspirando o nome da filha. Inicialmente, seu nome deveria ser Yvi, depois mudou para Yvis. Mas, no fim das contas, o pai acabou conquistando com a ideia de batizá-la de Nyvi - e a mãe acabou se entregando. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem