Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

A Fazenda 13

A Fazenda 13: Aline está na roça; Rico, Solange e Valentina disputam Prova do Fazendeiro

Dayane havia sido puxada para a roça, mas o poder da chama mudou o jogo

Aline Mineiro
Aline Mineiro - Antonio Chahestian/Record TV
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Rico, Aline, Solange e Valentina foram os peões indicados para disputar a sétima roça desta temporada de Fazenda 13 (Record), na noite desta terça-feira (16). O peão mais votado pela casa sentou no banquinho e puxou um dos moradores da baia para a berlinda. O quarto foi indicado pela dinâmica do resta um.

O fazendeiro Gui Araújo indicou Aline Mineiro direto para a roça justificando que ela não se posiciona no jogo para não se indispor com as pessoas.

Aline disse que não esperava o voto do fazendeiro, mas que não se arrepende da sua postura no jogo. "Se pudesse voltar atrás, eu faria tudo do meu jeito e me distanciaria de pessoas que se tornaram tóxicas para mim", disse a peoa.

Com seis votos, Rico ocupou o segundo banco na roça. Ele pode puxar um peão da baia e escolheu Dayane a quem chamou de "cobra caninana" –cobra brava, mas pouco perigosa –​ se recusando a falar o nome dela. "Sua mão não te educou?", perguntou a peoa. Rico respondeu: "Não".

A quarta vaga na roça foi decidida pelo resta um, mas Dynho ganhou uma prova e estava imunizado do resta um. Solange Gomes sobrou no resta um e foi a quarta indicada a roça.

Mas Dynho tinha o poder da chama amarela, que permitira trocar uma pessoa da roça, exceto o indicado pelo fazendeiro, por uma pessoa da sede. Ele salvou Dayane e colocou Valentina no lugar dela.

Com o poder da chama vermelha que ganhou de Dynho, MC Gui pode imunizar uma pessoa do veto da Prova do Fazendeiro e escolheu Valentina. Solange pode vetar um peão para a prova e optou por Aline.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem