Televisão

Globo gasta mais tempo com despedidas que com tragédia

Quem assistiu ao "SPTV - 1ª Edição" nesta sexta-feira (23) pode ter ficado com a sensação de que ele teve pouca informação.

Integrante do "Pânico" estreia programa em canal a cabo
Evandro Santo não confirma nem desmente boatos sobre panicats
Silvio Santos quer autógrafo de Mulher Melão com "caneta especial"

O telejornal local da Globo gastou um bloco inteiro com a despedida dos apresentadores Chico Pinheiro e Mariana Godoy.

Ao todo, foram 13 minutos e 13 segundos de matérias especiais sobre eles e sobre o novo âncora, César Tralli.

Considerando a duração total do programa (43m54s), foi quase um terço do programa só com os três falando sobre suas carreiras.

Para efeito de comparação, foi mais tempo do que o gasto com o menino que tentou matar a professora e depois se suicidou em São Caetano do Sul.

A tragédia mereceu 8 minutos e 58 segundos de reportagens e entradas ao vivo.

Crédito: Reprodução Chico Pinheiro e Mariana Godoy na despedida deles do "SPTV - 1ª Edição", em 23 de setembro de 2011
Os apresentadores Chico Pinheiro e Mariana Godoy na despedida deles do "SPTV - 1ª Edição", da TV Globo

DANÇA DAS CADEIRAS

A homenagem começou com reportagens das carreiras de Tralli, Pinheiro e Godoy, continuou com um vídeo com um resumo das imagens anteriores e ainda teve bate-papo entre os três na bancada.

Chico Pinheiro vai assumir a apresentação do "Bom Dia Brasil", no lugar de Renato Machado, que será correspondente em Londres.

Já Mariana Godoy vai apresentar o bloco de notícias de São Paulo no "Jornal das Dez" na GloboNews.


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias