Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Televisão

No Limite: Verônica, da tribo Sol, é a segunda eliminada do reality

Ela pediu para ser votada para deixar o jogo

Verônica Kreitchmann
Verônica Kreitchmann - Fábio Rocha mai.2022/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A tribo Sol levou a pior na Prova da Imunidade que define qual grupo terá que escolher um integrante para ser eliminado por votação. Verônica foi a segunda eliminada desta temporada do No Limite (Globo), no episódio desta quinta-feira (5).

Os integrantes da tribo Sol venceram a Prova do Privilégio. Eles tiveram mais agilidade para correr e montar um quebra-cabeça, garantindo alimentação e fogo. Mas a equipe Lua montou a melhor estratégia e garantiu a vitória na Prova da Imunidade, que exigia força e agilidade. Eles comemoram gritando: "A lua voltou, voltou."

Com a derrota, os membros da tribo Sol começaram a se articular para decidir quem deveria ser votado para deixar o jogo. Vanderlei, Leonardo, Clécio e Flávia decidem votar em Matheus. Pedro, Tiemi e Andrea ficam entre Matheus e Verônica. Lucas, Ninha e Patrícia não se pronunciaram.

Chorando com dor no pé, Verônica procurou Matheus para dizer que desejava abandonar o jogo. Ele, desconfiado que seria votado, orientou Verônica a chamar a tribo e pedir os votos para ser eliminada.

O apresentador Fernando Fernandes não precisou nem contabilizar todos os votos para informar que ela tinha sido eliminada –foram 7 para ela e dois para Matheus. "Estou em paz, agora é descansar", falou após ser eliminada.

Antes das provas, a tribo Sol articulou quem ficaria de fora das provas por ter um integrante a mais. Enquanto na tribo Lua, a participante Guza, quase eliminada na primeira votação, prometeu revidar. "Estou montado o contragolpe", disse Guza.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem