Televisão

Gilmelândia substitui Thaeme em júri do Revelações Brasil

Reality da TV Aparecida inicia terceira temporada

Gilmelândia é  a nova jurada do Revelações Brasil
Gilmelândia é a nova jurada do Revelações Brasil - Gustavo Cabral/A12
São Paulo

A cantora e apresentadora baiana Gilmelândia substitui Thaeme, que faz dupla com o cantor Thiago, na cadeira rotativa do Revelações Brasil, reality musical da TV Aparecida, que inicia a etapa de repescagem na quarta-feira (12). Thaeme encerrou sua participação no programa na fase de batalhas.

Nesta terceira temporada, o programa apresentado por Amanda Françoso tem uma cadeira rotativa no júri. Dos três avaliadores da bancada, dois são fixos, a cantora Adryana Ribeiro e o maestro Rodrigo Costa. Thaeme participou de duas fases do programa como jurada das Audições e Batalhas, que foi encerrada no dia 5 de maio.

Gilmelândia assumirá a cadeira rotativa nas fases “Repescagem” e “Histórias”. Para as fases “Homenagens” e “Semifinal”, o Revelações Brasil contará com Frank Aguiar e Rick e Renner na cadeira rotativa.

“A vantagem é que quem chega mantém um olhar fresco e de novidade com relação ao candidato. Sabemos que os cantores têm sonhos de uma vida e de uma cidade. Mais do que um julgamento, damos são dicas, conselhos”, diz Amanda Françozo.

Animada com o convite, Gilmelândia diz que ama a TV Aparecida. “É um lugar maravilhoso, cheio de paz, de pessoas incríveis. Sou amiga da Amanda [Françozo] e quando soube que ela estava fazendo o programa [Revelações Brasil], falei: “meu Deus, vai juntar tudo: meu amor pela TV, por ela [Amanda], o amor pela música - formato do programa - com artistas incríveis”, afirma.

A nova leva de episódios traz ainda mais algumas novidades. A principal delas é a ampliação da abrangência de ritmos musicais. Se antes o sertanejo era o único estilo cantado pelos candidatos, agora haverá rock, pop, samba, MPB, entre outros.

A segunda mudança é no cenário e no palco, que agora estão maiores e mais modernos. A bancada dos jurados fica no mesmo nível dos candidatos e não mais um degrau abaixo, para que todos possam se olhar nos olhos. E se antes a primeira apresentação era à capela, agora a banda os acompanha desde o início.

"Os participantes podem escolher suas músicas a todo momento e a dinâmica mudou. Nas temporadas passadas, a fase das batalhas, por exemplo, era com sete pessoas. Agora é um contra um. Também teremos homenagens aos ídolos e músicas que remetam à vida de cada um", diz a apresentadora.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem