Televisão

Power Couple é cancelado e participantes do reality da Record ficam sem cachê

Cláusula contratual previa que acordo poderia ser desfeito em caso de 'mal maior'

Paula Amorim e Breno Simões participariam do Power Couple - Instagram/paulaamorimbarbosa
São Paulo

A RecordTV cancelou a produção de dois realities: Power Couple e Canta Comigo Teen, ambos previstos para estrear em maio. O motivo da desistência da emissora é a pandemia do coronavírus, que inviabiliza a gravação das atrações.

O Power Couple que seria apresentado por Adriane Galisteu, provavelmente, só terá nova temporada em 2021. Por conta disso, segundo a coluna do Fefito, no UOL, os casais que já haviam assinado contrato para participar da atração não receberão cachê. Isso foi possível devido a uma cláusula contratual, que dizia que em caso de "mal maior", os acordos poderiam ser desfeitos sem multa ou necessidade de pagamento aos envolvidos.

O acordo estabelecia que o pagamento, que variava entre R$ 20 mil e R$ 40 mil deveria ser feito em três parcelas. Com o acontecimento da pandemia, que forçou diversas emissoras a reverem seus planos, nem mesmo a primeira parte do dinheiro foi entregue aos participantes. Dessa forma os contratos foram cancelados, o que liberou os artistas de qualquer exclusividade com a RecordTV.

Ao menos metade do elenco do reality já estava definido. O ator Kadu Moliterno, os ex-BBBs Paula Amorim e Breno Simões, a repórter Adriana Bombom, a ex-A Fazenda Thayse Teixeira e Yasmin Burihan e Lipe Ribeiro, do De Férias com o Ex estavam na lista de participantes. A ideia é fazer com que os mesmos nomes escolhidos para a atração este ano, aceitem participar em 2021.

No caso, do Canta Comigo Teen não havia contrato com participante algum da atração. Procurada, a assessoria de imprensa da RecordTV não se manifestou.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem