Televisão

Angélica afirma que voltará à TV em 2020 com programa na Globo

'Vai ter essa minha fase atual bem escancarada, de reflexões, de vida, de momentos', diz

Angélica - Reginaldo TeixeirA/Globo
São Paulo

Angélica, 46, revelou a data de sua volta à televisão durante o programa Altas Horas exibido na noite deste sábado (4). A apresentadora, que está fora do ar há dois anos, disse que estreará um programa próprio na Globo ainda em 2020.

"Está sendo muito legal. Até mesmo a criação do programa novo, do projeto. Tive tempo para pensar e o programa vai ter essa minha fase atual bem escancarada, de reflexões, de vida, de momentos. Até criar o programa, que foi uma coisa que nunca tive tempo de parar e fazer, está sendo muito legal, muito rico", afirmou, sem dar mais detalhes sobre o programa.

Longe da TV desde o término do Estrelas, em abril de 2018, Angélica começou um ensaio para retornar às tardes de sábado em setembro de 2018, quando gravou o primeiro piloto do programa, cujo o nome provisório é Curva da Felicidade.

No Altas Horas, a apresentadora afirmou que os últimos anos passaram rápido para ela, e que essa pausa foi importante e "muito interessante como experiência de vida", já que, em suas palavras, ela trabalha sem parar desde os 4 anos de idade.

O avanço da possibilidade do marido, Luciano Huck, de concorrer à Presidência em 2022, porém, fez com que a Globo segurasse o programa, segundo o colunista do UOL, Ricardo Feltrin. 

De acordo com o colunista, Angélica havia gravado vários quadros e havia a previsão de que a atração pudesse estrear em abril de 2020 na faixa hoje ocupada pelo Só Toca Top. Em nota, a emissora disse à coluna que um "piloto faz parte do processo de desenvolvimento de um programa, e que eles não pressupõem datas de exibição". 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem