Televisão

'Torço para que aconteça', afirma Juliano Laham sobre beijo gay em 'Orgulho e Paixão'

No folhetim, ator vive mecânico Luccino, que é homossexual

Juliano Laham em cena de "Orgulho e Paixão" (Globo)
Juliano Laham em cena de "Orgulho e Paixão" (Globo) - Estevam Avellar/Globo
São Paulo

Juliano Laham interpreta o mecânico Luccino, da novela das seis da Globo, "Orgulho e Paixão". O personagem assumiu sua homossexualidade para a família e foi expulso de casa. O ator diz que tem recebido muitas mensagens de pessoas que se reconheceram na situação do personagem.

"É importante falar sobre todo tipo de preconceito. Muitos jovens se identificam, outros relatam que a novela está mudando a forma dos pais encararem o assunto dentro de casa", disse Laham, em entrevista ao site Hugo Gloss.

Para ele, esse tipo de resposta do público é gratificante. "É muito legal poder amenizar esse preconceito de certa forma e entender que isso é amor. A orientação sexual das pessoas não pode ser julgada e nós já deveríamos ter aprendido isso", diz.

Agradar a todos, no entanto, nem sempre é possível Laham afirma que perdeu seguidores nas redes sociais desde que seu personagem se envolveu com outro homem na trama. "Mas, honestamente, eu não me importo." 

"Faço meu trabalho com amor para quem quer ver uma história bonita e sincera. Não me preocupa tanto quem deixou de me seguir, prefiro focar nas mensagens de carinho das pessoas que acreditam no respeito ao próximo e nos mesmos princípios que eu", completa.

Na trama, Luccino tem se aproximado de Otávio (Pedro Henrique Müller) e a expectativa para que aconteça um beijo é alta. "A melhor coisa que pode acontecer com o Luccino é poder viver esse amor da melhor forma possível. Eu torço para que o beijo aconteça."

Para Laham, a cena de um beijo seria uma consequência da história que está sendo contada sobre os personagens. "O mais importante é essa construção, mostrar essa descoberta, o caminho percorrido pelo personagem. Se o beijo vier, será feito da melhor forma possível."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias