Música

Dupla britânica Tears for Fears anuncia primeiro álbum em 17 anos

Clipe da faixa-título 'The Tipping Point' foi lançado nesta quinta (7)

 Tears for Fears no  Rock in Rio 2017
Tears for Fears no Rock in Rio 2017 - Zanone Fraissat/Folhapress
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A dupla britânica Tears for Fears anunciou nesta quinta-feira (7) o lançamento de seu primeiro álbum de inéditas em 17 anos. “The Tipping Point” chegará às lojas no dia 25 de fevereiro de 2022 com letras que refletem aspectos da vida pessoal e profissional da dupla nos últimos 17 anos.

Para iniciar a divulgação do novo trabalho, a dupla Roland Orzabal e Curt Smith, ambos de 60 anos, lançaram nesta quinta-feira (7) o clipe da faixa-título "The Tipping Point". A canção fala sobre perder alguém que você ama para uma doença, como o caso de Orzabal que perdeu a esposa Caroline em 2017.

A dupla disse que o novo álbum foi um processo de tentativa e erro para os cantores. "Demorou anos, mas algo acontece quando colocamos nossas cabeças juntas. Temos esse equilíbrio, essa coisa de empurra me puxa, e funciona muito bem”, afirmou Orzabal.

Smith falou que se esse equilíbrio não funcionar em um álbum do Tears for Fears, a coisa toda simplesmente não funciona. "Para colocar em termos simples, um álbum do Tears for Fears e o que as pessoas percebem ser o som do Tears for Fears é o que nós dois podemos concordar."

Orzabal disse que a "pressão e tensão" da administração da banda em relação ao processo de composição - eles queriam que eles trabalhassem com compositores populares - ameaçava dividir a dupla. Mas as coisas mudaram quando eles trocaram de administração.

"De repente, pela primeira vez em muito tempo, sentimos que tínhamos alguém ao nosso lado que entendia o que estávamos tentando fazer", disse Orzabal. "Sentimos que tínhamos alguém do nosso lado. Foi a primeira vez em muito tempo que decidimos - temos que fazer isso”, acrescentou.

Orzabal e Smith, amigos de infância que cresceram juntos em Bath, Inglaterra, formaram a dupla em 1981, um vínculo que Smith descreve como "familiar".

"É literalmente como se aquele fosse seu irmão", disse ele. "É o tipo de vínculo que você não pode realmente quebrar. Pode se desfazer às vezes. Você se separa por períodos, o que eu também acho saudável, na verdade. Mas no final, parece que sempre nos encontramos de novo", diz Orzabal.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem