Música

Baterista do CPM 22, Japinha é afastado da banda após ter conversa com menor vazada

Baixista também anunciou afastamento do grupo, antes do caso vir à tona

Ricardo Japinha (músico CPM22) no show Call The Police
Ricardo Japinha (músico CPM22) no show Call The Police - Marcus Leoni/Folhapress
São Paulo

O baterista do CPM 22, Ricardo Japinha, foi afastado da banda após ter uma conversa com uma menor de idade vazada. A troca de mensagens, exposta na noite desta terça-feira (9) por um perfil do Twitter chamado Exposed Emo, aconteceu em 2012.

Na interação, Japinha fala que gostaria de conhecer a garota, pergunta sua idade e se ela é virgem. Na época, Japinha tinha 38 anos e a fã do grupo tinha 16.

"Após os últimos acontecimentos, decidimos pelo afastamento do nosso baterista, Ricardo Japinha, reafirmando nossa posição de não compactuar com atitudes desrespeitosas com quem quer que seja. A banda continua", comunicou o CPM 22 via Twitter.

O grupo já havia postado no Twitter que seus membros haviam sido " surpreendidos com postagens sobre o comportamento de um integrante da nossa banda" e que não compactua com tais atitudes, sem citar o baterista.

Na própria terça, antes da revelação do caso e da tomada de decisão do grupo, o baixista Fernando Sanchez anunciou que estava deixando a banda --segundo seus Instagram Stories, como uma forma de posicionamento.

"Venho aqui por meio deste comunicar que estou me desligando da banda CPM 22", anunciou. "Muito obrigado por todos esses anos, e agora me dedico apenas ao meu estúdio e às minhas outras bandas @o_inimigo_ e @bonuscup".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem