Música

Taylor Swift usou reconhecimento facial para encontrar perseguidores

Tecnologia foi utilizada em show da cantora em Los Angeles

Taylor Swift contou com a tecnologia para achar perseguidores
Taylor Swift contou com a tecnologia para achar perseguidores - Invision

São Paulo

A cantora americana Taylor Swift usou um software de reconhecimento facial para encontrar e monitorar pessoas que a perseguiam. Isso aconteceu em um show em maio deste ano, mas a história só foi revelado agora pela revista Rolling Stone.

A apresentação foi no estádio Rose Bowl, em Los Angeles (EUA). O programa estava instalado em um quiosque na entrada do local que exibia ensaios com ensaios de Taylor.

Enquanto eles assistiam aos vídeos, uma câmera tirava fotos e as enviava para um posto de comando em Nashville, onde eram cruzadas com um banco de dados em que estão registrados centenas de perseguidores de Taylor.

Ninguém que esteve no estádio soube do uso dessa tecnologia. Como se tratava de um evento particular, os organizadores não foram obrigados a informar o público sobre o uso do software.

Taylor vem sofrendo com esses perseguidores há algum tempo. Em setembro, ela conseguiu uma ordem judicial de restrição um homem que, desde 2016, mandava cartas com ameaças de estupro e até de morte.

Em abril, outro homem foi preso em frente à casa de Taylor, em Beverly Hills. Ele foi pego pela polícia local usando uma máscara e, em seu carro, havia uma faca.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem