Música

Mano Brown leva bronca do Detran-SP por dirigir sem cinto de segurança em vídeo

Rapper virou motorista de aplicativo e dirigiu por São Paulo em ação promocional

Mano Brown atendeu o chamado de passageiros anônimos pelas ruas de São Paulo
Mano Brown atendeu o chamado de passageiros anônimos pelas ruas de São Paulo - Gabriel Cabral/Folhapress

São Paulo

O Detran-SP (departamento paulista de trânsito) deu uma bronca em Mano Brown, 47, nesta quinta-feira (15) por um vídeo no qual ele aparece dirigindo sem cinto de segurança.

"Na moral, cantar no Lollapalooza deve ser sensacional. Leva a galera, faz aquele som de responsa. Mas vai só se for com cinto de segurança. Siga seguro, morô?", disse o post da página do Detran.

Na ação promocional, Brown virou motorista do Uber e atendeu o chamado de passageiros anônimos pelas ruas do Capão Redondo, zona sul de São Paulo.

O vídeo foi feito para promover o show solo que ele apresenta no festival de música. O primeiro cliente do "Uber de Brown" ganhou ingressos para curtiu a apresentação do rapper.

O rapper também deu carona para a cantora Liniker. Ela e Brown são atrações do Lollapalooza no sábado (24). No final do vídeo, Brown pede para a cantora alterar o endereço no aplicativo e diz que a levará para um lugar diferente. Ele prometeu contar em breve para onde os dois foram.

FILTRO DO INSTAGRAM

Brown não parece ser fã dos filtros de aplicativos de foto, que colocam "máscaras" no rosto de quem aparece na câmera. No final de 2017, o rapper fazia uma transmissão ao vivo no Instagram quando, sem querer, adicionou um filtro de gatinho à imagem.

Irritado, Brown encerrou a transmissão após não conseguir retirar o filtro. A imagem do cantor com orelhas e focinho de gato virou meme nas redes sociais. No Twitter, seguidores elegeram a foto como a "melhor imagem para encerrar 2016".

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem