Estilo

Rodrigo Cintra inaugura salão de beleza com ares de galeria de arte em bairro nobre de SP

Evento de abertura será transmitido em live nesta segunda, a partir das 20h

O cabeleireiro Rodrigo Cintra

O cabeleireiro Rodrigo Cintra Eduardo Knapp-14.nov.2017/Folhapress

São Paulo

A claraboia em formato piramidal, que lembra a entrada do Louvre, em Paris, confere luz natural à área central do espaço The Art Salon, salão de 800 m² que Rodrigo Cintra, 41, inaugura oficialmente nesta segunda-feira (19).

Para evitar aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus, o evento de abertura será virtual, transmitido por meio das redes sociais de Cintra e de seu sócio, o hair stylist Dougllas Dias, 33, a partir das 20h.

Após mais de dez anos atendendo na unidade Iguatemi do Studio W, de Wanderley Nunes, o cabeleireiro e apresentador do programa Esquadrão da Moda (SBT) decidiu abrir um espaço em parceria com Dougllas. "Nunca tive essa vaidade de ter um salão próprio com meu nome na porta. Mas chegou um momento em que senti a necessidade de ter minha casa", explica. "E quando tocou no meu coração, como tudo na minha vida, fui lá e fiz."

Com 27 anos de carreira e mais de 4,3 milhões de seguidores no Instagram —é o cabeleireiro com mais fãs na rede social do Brasil—, Cintra também nunca quis ligar sua imagem à de clientes famosos. "É um mercado [de celebridades] que nunca ataquei. Se você se torna conhecido por ser cabeleireiro de famosas, você está refém de uma coisa muito perigosa, que é quando a famosa muda de profissional", observa.

"Sempre me posicionei no mercado como um cabeleireiro que trabalha bem, para as pessoas me conhecerem pelo meu trabalho, não por quem eu corto o cabelo", afirma.

Fazer os clientes –famosos ou não– se sentirem satisfeitos e confortáveis é o objetivo The Art Salon, frisa Cintra. "O nosso foco não é a marca, o cabeleireiro, a vaidade. É o cliente."

Pensando no conforto dos frequentadores que passam horas no salão e precisam trabalhar enquanto arrumam as madeixas, as bancadas têm mesas retráteis com entradas para notebooks e tabletes. No total, o espaço, que no passado abrigou uma galeria de arte, tem 35 ambientes divididos em dois pavimentos, com pé direito de nove metros de altura.

Além de bancadas e lavatórios, o térreo abriga o restaurante Spazio Gastronômico, cuja área externa divide espaço com uma cascata suspensa de plantas naturais, com projeto de paisagismo de Catê Poli. Acessado por uma escada helicoidal, o mezanino tem salas de maquiagem e de estética e uma área exclusiva para noivas.

Aproveitando o histórico de galeria do local, os sócios pretendem promover exposições de diferentes artistas, com as obras disponíveis para venda. "A expectativa era abrir em março, mas a pandemia atrasou nossos planos", diz Cintra.

O lado bom do adiamento, segundo o cabeleireiro, é que quando o salão começou a receber clientes, em agosto, todas as regras de segurança e de distanciamento já haviam sido determinadas e instaladas.

TENDÊNCIAS

Para Cintra, a brasileira se libertou dos cabelos longos. A tendência para o próximo verão são cortes médios. "Entre pescoço e ombro, com a base reta, todo desconectado e com bastante movimento", aposta.

Sobre a coloração, Cintra diz que atualmente as mulheres têm buscado mais naturalidade. "São pontos de luz estratégicos, tanto para loiras quanto para morenas, com menos sobrecarga de tintura e descoloração."

Já os homens parecem ter se cansado dos cabelos raspados nas laterais. "Eles têm pedido um cabelo mais desfiado, com um pouco mais de comprimento."

The Art Salon

  • Quando Inauguração 19/10, às 20h
  • Onde Rua Suzano, 116, Jardim Paulista, zona oeste de São Paulo
  • Tel. (11) 4240-4220
  • Site theartsalon.com.br
  • Preços Corte feminino a partir de R$ 302; corte masculino a partir R$ 239; coloração a partir de R$ 289
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem